Ultimate magazine theme for WordPress.

35 pessoas são presas em operação policial na região do Triângulo Mineiro

Material apreendido pela Polícia Militar - Crédito da foto: Polícia Militar/Divulgação

Foram presas 35 pessoas envolvidas com o crime organizado, tráfico de drogas, comércio ilegal de arma de fogo, de medicamento abortivo, anfetaminas, corrupção e lavagem de dinheiro nas regiões do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba. Das 35 pessoas, 23 foram detidas em cumprimento de mandados de prisão e outras 12 foram prisões em flagrante. A ação é uma operação da Polícia Militar (PM) denominada “Operação Aquiles”, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e com execução em diversas cidades localizadas no Triângulo Mineiro.

Além das prisões, as equipes da operação também apreenderam drogas (cocaína, crack, maconha, pasta base), quatro armas de fogo, munições, 23 carros de luxo, um computador, 38 celulares e R$ 9 mil. Também foram apreendidos cavalos de grande valor, que ficavam em um haras, fruto de lavagem de dinheiro.

Crime organizado

O comando da quadrilha era feito por duas pessoas. Uma delas cumpria pena em regime semiaberto na Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, em Uberaba. Ao sair pela manhã, todos os dias, ele se dedicava exclusivamente à distribuição de cocaína e crack para diversas cidades de Minas e até para outros estados.

Para isso, o suspeito contava com a participação da esposa e das filhas, que atuavam no transporte da droga e controle das finanças da organização criminosa. Para esconder a origem ilícita dos ganhos financeiros, eles investiam em imóveis e carros de luxo.

O outro indivíduo que chefiava o empreendimento criminoso mantinha um laboratório de refino de cocaína e crack, drogas que eram comercializadas em pontos de revenda em Uberaba e outras cidades, identificados como “lojinhas”. O dinheiro recebido com o comércio das drogas era investido também em imóveis e em cavalos de raça.

Segundo a PM, um terceiro grupo era chefiado por um homem que revendia a droga adquirida dos dois primeiros, em Monte Carmelo, Estrela do Sul, Iraí de Minas, Coromandel, Abadia dos Dourados e outras cidades. Além de drogas, ele revendia ilegalmente armas de fogo e munições com a ajuda de outras pessoas.

Operação Aquiles

Com o objetivo de quebrar uma rede de organização criminosa, a “Operação Aquiles”, cujos trabalhos se iniciaram em fevereiro deste ano, foi efetivada somente nessa segunda-feira (2). A operação acontece nas cidades de Monte Carmelo, Coromandel, Patrocínio, Delta, Prata, Uberaba e Uberlândia.

Assim, o principal resultado da operação foi a desarticulação de quatro núcleos de tráficos de drogas e a dissipação de um local de refino e processamento delas. A operação policial continua, por terra e pelo ar, com o apoio da aeronave da PM, drones, cães, oficiais da Justiça e do Ministério Público, a fim de prender foragidos na região de Prata.

Leia também: Criança de seis anos é morta por disparo acidental feito pelo irmão, de 12

Comentários do Facebook