27.9 C
Belo Horizonte
terça-feira, 16 agosto 2022

Show sertanejo em Ouro Preto (MG) custa R$ 130 mil aos cofres públicos

Contratada para a programação da festa de...

Ouro Preto já prepara seu tradicional carnaval para o ano de 2023

Com um dos carnavais mais tradicionais do...
Portal Mais MinasAgenda CulturalApós 10 anos, Parada do Orgulho LGBTQIAP+ volta a acontecer em Ouro Preto

Após 10 anos, Parada do Orgulho LGBTQIAP+ volta a acontecer em Ouro Preto

A Parada do Orgulho LGBTQIAP+ volta a acontecer em Ouro Preto depois de mais de 10 anos. Inserida na programação do Festival de Inverno, a manifestação cultural e artística foi idealizada por Victor Pinto, ativista do movimento e funcionário público da prefeitura de Ouro Preto, que deu detalhes ao Mais Minas de como o evento acontecerá.

“É a primeira vez que a Parada irá compor a programação do Festival de Inverno. E uma Parada mais que especial, mostra esses novos ventos da sociedade, unindo gestão municipal, a sociedade civil e a universidade em prol da visibilidade da causa de uma população estigmatizada de forma geral pela nossa sociedade”, contou Victor.

No último dia 28 de junho foi comemorado mais um Dia Interacional do Orgulho LGBT. A data é importante em diversos países ao redor do mundo e no Brasil tem um significado maior, por se tratar do país onde um número grande dessa população é agredida e morta diariamente, o que torna essa causa ainda mais urgente de ser abordada em níveis federais, estaduais e municipais.

O medo de andar pelas ruas, de ser quem se deseja ser, de realizar tarefas que para muitos parecem ser simples, como estudar e trabalhar, para a comunidade LGBTQIAP+ é desafiadora. Por falta de política, estes corpos, quando não invisibilizados, são calados das maneiras mais vis, seja com ameaça, agressão ou mesmo morte.

Victor falou sobre o contexto político em torno do evento:

“Esse evento é extremamente importante para Ouro Preto, primeiro porque ele traz a visibilidade para a a população LGBTQIAP+ e mostra que apesar de toda a violência, de toda a discriminação, apesar desse momento tão terrível que o país passa de fragilidade da sua democracia, de diminuição de direitos constitucionais, de ataque as populações minoritárias, a gente continua existindo, a gente continua resistindo e a gente continua tendo garra pra lutar pelos nosso direitos. Então a ParaDA traz pAra Ouro Preto, pra Minas Gerais, pro Brasil, como um todo essa demonstração de que o movimento tá vivo, tá pulsante e que não importa quais sejam as condições, a gente vai lutar pelos nossos direitos”.

Com shows musicais, cortejo, oficina, ato político, a grade de programação da 4ª Parada do Orgulho LGBTQIAP+ de Ouro Preto tem uma grade intensa de momentos consecutivos tanto para o seu público majoritário, como para quem se identificar com as ações. É um convite à população de Ouro Preto e Região para ter mais conhecimento e percebermos que somos todos iguais.

A promoção da Parada é uma parceria entre a Prefeitura Municipal e UFOP. De acordo com Victor, a Câmara Municipal também se envolveu no processo de articulação para que o evento pudesse retornar ao calendário da cidade. “Essa parada vem sendo construída a muitas mãos, com a colaboração de diferentes setores, diferentes pessoas e carregando bandeiras super importantes, politizadas, bandeiras de cultura, arte, de visibilidade e de interação com toda a comunidade ouro-pretana”, contou.

Programação da Parada do Orgulho LBGTQIAP+ de Ouro Preto

13h – 14h Concentração com voz e violão de Lu & Vitão – Praça Tiradentes
14 – 15h Oficina de Tambor com Samba Preto – Praça Tiradentes
15 – 16h Cortejo – Praça Tiradentes até Centro de Convenções UFOP
17h – Show com Potyguara Bardo

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: