Ultimate magazine theme for WordPress.

Mapeamento online de autores: FAOP abre espaço para escritores independentes

A partir de hoje, 16 de abril, autores independentes poderão se identificar por meio de um formulário disponível no site da Fundação de Arte de Ouro Preto|FAOP. A ação tem como principal objetivo localizar esses autores em todo o território nacional para abrir espaço para novos talentos da literatura nacional, que geralmente não possuem espaço na mídia tradicional, através de diferentes formas de divulgação.

Escritores independentes autopublicados ou que utilizam alguma plataforma online para publicação de textos, de qualquer localidade, vão poder participar. Para isso, inicialmente, os autores vão precisar fornecer algumas informações simples, como nome literário, tipo de texto e uma pequena biografia. Após o recebimento dos dados, a equipe da FAOP entrará em contato para conhecer mais sobre os escritores e escritoras, e entender a melhor forma de divulgar o seu trabalho. Essas ações poderão incluir matérias para o site, produção de conteúdos para as redes sociais e plataformas da fundação ou mesmo entrevistas de diferentes formatos. 

Campanha Unimed

A Biblioteca Murilo Rubião, localizada no Complexo Cultural Casa Bernardo Guimarães, sede da fundação, é parceira na promoção desta ação. Patrícia Sarmento, bibliotecária e gestora de cultura na FAOP, salienta que a literatura nacional é repleta de autores criativos e que produzem obras para diversos públicos, mas que nem todos possuem o alcance que merecem. “Acredito e espero que abrir esse espaço sirva como uma forma de estímulo tanto a leitura quanto a produção de novos textos.” 

O mapeamento integra o conjunto de ações online que estão sendo desenvolvidas pela FAOP diante das limitações provocadas pela pandemia. A ideia é que a internet seja cada vez mais aproveitada para promover as atividades da fundação em âmbito nacional. 

“A nova iniciativa reforça o compromisso da FAOP de valorização da arte, da cultura e de seus agentes, tanto numa perspectiva local, quanto nacional. Temos o papel de ser espaço, seja como escola, como palco, ou como casa, para artistas de diferentes áreas”, afirma Júlia Mitraud, presidente da fundação. 

Serviço:

Inscreva-se para RECEBER diariamente uma lista com as nossas principais notícias. É GRATUITO!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

COMENTÁRIOS