CrimesExtremaPlantão Policial

Cabeleireira haitiana é assassinada a tesourada dentro do próprio salão, em Minas Gerais

De acordo com a polícia, ex-companheiro é o maior suspeito do crime, que aconteceu na cidade de Extrema.

Na manhã desta terça-feira, 16 de abril, Marie Daphney Romulos, de 28 anos, foi morta na cidade de Extrema (MG) no próprio salão em que trabalhava, por volta das 9h da manhã. O ex-companheiro dela, também haitiano, de 27 anos, é o principal suspeito do crime.

O local do homicídio fica na rua Bragança, região central de Extrema. Marie foi encontrada com cerca de 20 perfurações no corpo, que teriam sido causadas por golpes de uma tesoura, encontrada no salão, segundo informações da polícia.

Vizinhos acionaram o Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) mas quando os socorros chegaram ao local, a mulher já havia morrido. O corpo da cabeleireira foi retirado do salão pelo serviço funerário após a realização da perícia.

De acordo com moradores do bairro, Marie morava e trabalha em Extrema há cerca de dois anos. Ela e o suspeito do crime chegaram a ter uma união estável e a morar juntos, mas há aproximadamente três meses estavam separados.

Também segundo os moradores, o relacionamento dos dois tinha um histórico de brigas e ela não queria reatar. Amigos relataram que ela havia mudado para a cidade fugindo de um outro relacionamento abusivo. A Polícia Militar está investigando o paradeiro do suspeito, mas ainda não há pistas.

Facebook Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios