Ultimate magazine theme for WordPress.

Câmara Municipal de Itaúna é investigada por fraude e desvio de dinheiro

A Câmara Municipal da cidade de Itaúna, localizada a 76 km de BH, está sendo investigada por diversos crimes, dentre eles o desvio de dinheiro público e fraude de licitação. Com isso, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil, deflagrou na manhã desta terça-feira (10), a “Operação Carona Sinistra”, para investigar as práticas criminosas do Poder Legislativo de Itaúna.

As irregularidades são decorrentes de contratação de agência de publicidade por meio de fraude de licitação e apropriação de dinheiro público em contratos fraudados. Além disso, o órgão também investiga crimes de fraude de licitação, peculato e associação criminosa. Segundo o Ministério Público, essas outras infrações poderão ser comprovadas no desfecho das investigações criminais.

Mandados de busca e apreensão

Também foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão relacionados a seis alvos da operação, nas residências e endereços profissionais dos investigados, incluindo no gabinete da Câmara Municipal. A decisão judicial ainda determinou como medida cautelar o afastamento dos envolvidos de seus cargos públicos e a proibição de contato entre os investigados, além de proibir o acesso deles à Câmara Municipal.

A “Operação Carona Sinistra” contou com a participação de quatro promotores de justiça, seis servidores do Ministério Público, 41 policiais militares e 28 policiais civis.

Leia também: Polícia Civil de Minas Gerais apreende caminhão com quase 2 toneladas de maconha

Comentários do Facebook