O que você procura?

Arteterapia, o auxílio da arte no bem-estar

Marlon Vinicius Da Rosa Sarturi 10 de janeiro de 2022 às 23:44
Tempo de leitura
3 min

Até o momento falamos muito sobre a importância da arte neste espaço, seja ela econômica ou histórica, mas é preciso destacar sua dimensão como forma de terapia, agindo como uma ferramenta fundamental para nos trazer um bem-estar, físico e psíquico. Para expressar seus sentimentos, seja em papel, tela, música ou qualquer outra categoria de arte, não é necessário ser profissional da área é apenas preciso inspiração e deixar sua criatividade fluir. 

Algumas vezes nos deparamos com algumas ideias que precisam ir para o papel, e quando estamos colocando em prática, sentimos o prazer de ver a obra se tornar realidade, quando atingimos o objetivo o sentimento de “missão cumprida”. Em minha vida a arte tornou-se como uma forma de terapia, onde um dos trabalhos que fiz e que levou muito tempo para ficar pronto, foi a homenagem que fiz a meus avós, um desenho de desafio e complexidade.


Desenho de Danúncio Sarturi e Adelaide Sarturi, por Marlon Sarturi.

Ao iniciar qualquer obra, sempre começo pela parte mais difícil, e neste caso são os rostos, após finalizar, consegui encontrar um sentimento de que era possível fazer um trabalho com muita qualidade. Não contabilizei horas, mas acredito que em torno de 50 horas trabalhando, e foram momentos de ótimas lembranças e superação técnica, pois há uma dificuldade a mais no trabalho colorido, principalmente o realista. 

Após concluir esta obra, que busquei entender o sentimento de bem-estar que vivenciei, e me deparei com a arteterapia, que tem como definição utilizar dos diversos recursos disponíveis de arte para que possamos expressar nossos sentimentos, com o intuito buscar o autoconhecimento, e, de certa forma, auxiliar na comunicação que muitas vezes não conseguimos verbalmente expor. 

Diversos estudos falando de arteterapia são publicados na área da saúde mental, e concluem que os usuários desta terapia melhoraram sua capacidade de convivência, obtendo melhor comunicação e enfrentando seus medos e angústias. É um campo em vasto crescimento, considerando a evolução da medicina e maior facilidade de acessar a arte. 

A arterapia tem como função promover o caminho expressivo e único de cada praticante, construindo uma comunicação e expressão. E o mais importante, qualquer pessoa pode e deve praticar, pois não há necessidade de ter conhecimento das técnicas da arte, seja ela qual for, desenho, escultura, música, enfim. É uma prática que possibilita encontrar um equilíbrio emocional, estimulando o “conhecer da vida”. A adesão desta terapia, segundo alguns estudos, propicia mudanças no campo afetivo, interpessoal e relacional.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.