O que você procura?

Corrida: sabia porque você precisa de um treinador

Antônio Brandão 7 de setembro de 2020 às 13:01
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Na última matéria, comentamos sobre alguns cuidados que devemos ter quando queremos iniciar no mundo da corrida. Falamos sobre diferentes tipos de avaliações que podemos realizar, a importância de cada uma delas e como elas contribuem para um início seguro e uma evolução gradual da nossa performance.

Mesmo com o crescimento do esporte, alguns mitos ainda se mantêm. Uma das grandes crenças dos corredores iniciantes consiste no volume de treino, afinal a ideia de que ”quanto mais eu correr, mais eu vou melhorar” ainda é possível de ser encontrada. Entretanto, quando pensamos em performance sabemos que apenas aumentar volume não é o mais adequado para alcançar resultados, precisamos identificar o quanto e quando aumentar, entender quando elevar intensidade no lugar do volume e até mesmo quando reduzir um dos dois. Outro erro muito comum por parte dos corredores iniciantes é na dinâmica do treinamento. Nosso corpo é especialista em se adaptar com qualquer coisa que você faça de forma repetitiva e igual, ou seja, é muito comum observarmos pessoas correndo de forma contínua usando a mesma distância e velocidade com apenas pequenas variações. Quando fazemos isso entramos na conhecida Monotonia do treinamento, o que pode ser a explicação da estagnação do seu nível de condicionamento cardiorrespiratório e em alguns casos, até da queda da sua performance. Para que esse fenômeno não ocorra, é necessário que seja realizada variações em seu volume e intensidade, ou seja, suas variáveis de treinamento precisam ser revistas durante a sua preparação física.

O primeiro passo é procurar um Profissional de Educação Física habilitado para que ele possa entender todos os seus objetivos, realizar uma leitura detalhada dos seus exames e depois planejar o seu treinamento. Quando falamos em planilhas para o treino específico de corrida, pensamos em toda a organização de forma individualizada para o seu caso, baseada no teste ergométrico realizado previamente. É importante lembrar que o acompanhamento do seu treinador é fundamental em todas as etapas, o seu feedback ajuda nos ajustes necessários e assim o seu professor conhecerá cada vez melhor as respostas do seu organismo em relação a cada estímulo dado.

+ 5 dicas para potencializar seus treinos em casa

Saber onde você deseja chegar é fundamental para que todo seu planejamento seja pensado e distribuído da maneira mais adequada, afinal periodizar não é seguir uma linha reta e muito menos uma ciência exata.

Última atualização em 7 de setembro de 2020 às 13:03