Ultimate magazine theme for WordPress.

Para evitar o excesso de sódio, basta retirar o saleiro das mesas?

Muito se fala sobre o sódio e os cuidados que se deve ter a fim de evitar que esse micronutriente esteja em excesso no nosso corpo. O sódio é um mineral que está presente no sal de cozinha, sendo nessa forma
denominado cloreto de sódio. Em 1 grama de sal encontram-se aproximadamente 400 mg de sódio.

Segundo recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), a ingestão diária de sódio não deve ultrapassar 2 g, o que corresponde a cerca de 5 g de sal por dia. Dessa forma, pode-se dizer que já existe uma conscientização a respeito da importância de se moderar na utilização do sal nas preparações alimentícias.

Porém, é importante salientar que não basta apenas que controlemos a adição do sal de cozinha nas preparações, e retirar o saleiro da mesa, pois o sódio pode ser encontrado também em diversos produtos
processados, como os embutidos e defumados e até mesmo em alimentos doces como os biscoitos recheados.

O sal é adicionado aos alimentos processados por diferentes motivos:

  • Para conferir e realçar o sabor do alimento, deixando-o agradável ao paladar do consumidor, bem como para conferir estabilidade e textura aos alimentos.
  • Para garantir segurança alimentar, aumentando o tempo de conservação do alimento nas prateleiras e evitando a multiplicação de micro-organismos.

No nosso organismo, o sódio está envolvido no controle do volume sanguíneo; quando em excesso, esse mineral pode aumentar a pressão arterial, o que pode acarretar em alterações cardiovasculares. Por isso, pessoas diagnosticadas com hipertensão arterial devem ter um cuidado redobrado no que diz respeito ao consumo de sódio.

Pode-se perceber a importância de uma leitura atenta dos rótulos alimentares, a fim de se perceber a real composição dos alimentos industrializados e detectar a presença de elementos que possam ser eventualmente indesejáveis e assim fazer as escolhas mais saudáveis.

Comentários do Facebook