O que você procura?


Gente que come e não engorda

Franciele Santana 28 de outubro de 2020 às 07:00
Tempo de leitura
2 min
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Todo mundo tem aquele amigo que vira assunto nas confraternizações por ser a pessoa que come “muito” e tem um corpo magro.

Não é bruxaria! As pessoas que comem muito e não engordam podem simplesmente necessitar de uma quantidade maior de calorias para manter o corpo funcionando, com isso grande parte das calorias ingeridas são gastas apenas na manutenção das funções vitais.  Questão de metabolismo!

Além disso, alguns estudos sugerem a existência de um conjunto de genes relacionados ao excesso de peso, dos quais as pessoas magras tem menor probabilidade de serem portadoras.

+ Existe hora pra comer?

Quando falamos sobre peso devemos considerar que nem tudo está sob nosso controle, por isso é inconveniente comparar os hábitos e características de outrem com os nossos parâmetros ou de qualquer outra pessoa. Só podemos nos comparar com aquilo que nós mesmos já fomos, para assim verificar eventuais mudanças.

LEIA TAMBÉM:  Serviços de entrega de comida: uma antiga alternativa viável e precisa

É importante que frequentemente sejam feitos exames de check-up para conferir se há alguma alteração, por exemplo, na tireoide, o que interferiria diretamente no metabolismo; com isso a realização de dosagem hormonal afastaria a possibilidade de que qualquer alteração de peso seja em decorrência de alguma doença. A partir do momento que há certeza de que está tudo certo com a saúde não há motivos para qualquer inquietação com relação ao peso. Nossa única preocupação deve ser adotar uma boa dieta e um estilo de vida saudável, para estarmos assegurados de que estamos fazendo o melhor e o mais correto para obtenção de um bom estado de saúde, daí conquistaremos os melhores resultados possíveis de acordo com nossa individualidade. A individualidade é extremamente importante no que diz respeito à saú

LEIA TAMBÉM:  Você tem certeza de que está com fome?

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar à posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Última atualização em 13 de novembro de 2020 às 04:38