Sabrina Guedes
Sabrina Guedes
Sou professora da Educação Pública do Rio de Janeiro.Atuo há 10 anos como cooordenadora pedagógica, já tendo atuado também como regente de turmas da Educação Infantil ao 5o ano, passando pela Informática Básica e Educativa. Formadora de educadores, atuando por 3 anos como Orientadora de Estudos no Pacto Nacional para Alfabetização na Idade Certa/MEC. Participante de grupos de pesquisa ligados à leitura e escrita: GEFEL e EPELLE. Poetisa com 2 livros autorais, poemas publicados em periódicos e algumas homenagens recebidas nesta área. Graduada em Pedagogia e História. Pós Graduada em Psicopedagogia, Mídias Educativas, Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica. Mestranda em Novas Tecnologias Digitias na Educação.

A dualidade na realidade atual

A atualidade nos revela uma realidade bastante instigante, da qual se apresenta no centro da discussão, o universo de contradições existentes no mundo.

Há uma disparidade de ações e opiniões que confirmam  o distanciamento existente entre os grupos sociais, seja no Brasil ou em outras partes do mundo.

As composições sociais se percebem numa avalanche de informações e situações que trazem à tona as diferenças dos diversos grupos e seus interesses. Estes, cada vez mais, atestando as desigualdades.

As novas tecnologias digitais ratificam a dualidade existente entre os diferentes segmentos sociais e o desencontro entre as percepções e necessidades basilares da população.

Cada vez mais os discursos perpassam pelo sentido de uma construção socioeconômica que exalta uma materialidade que extingue do cenário os bons valores universais.

É um desafio que está posto, especialmente para os grupos que estão fora do rol das aceitações sociais.

A democratrização não está acessível a todos, e com isso, acaba por desconsiderar os direitos alienáveis da humanidade. Triste realidade, mas uma vivência de conflitos, uma dualidade que não se coloca na condição de ser do outro.

É o que se coloca como um hoje, que não antevê um futuro, mas ao contrário, (re)afirma lógicas desumanizantes para a manutenção do “status quo”.

Somente o cenário transformador poderia trazer um alento e uma esperança para a grande massa da sociedade.

Leia mais

Silenciando vozes: o protagonismo de um vírus

Temos sido testemunhas de situações nunca antes vivenciadas, a não ser nas telas do cinema que contavam histórias de ficção, mas que, com certeza,...

Mediação pedagógica online: da teoria à práxis

Este trabalho tem por objetivo destacar alguns pontos discutidos no material base do curso e que demonstram uma relevância para com os conceitos que...

Limiar do tempo… uma passagem pela vida

O início do fim. Fim de uma década, de uma geração. Entramos no limiar de um tempo. Um divisor de conceitos, valores, na tensão...

Artigos Relacionados

O trabalho colaborativo e as tecnologias

Na contemporaneidade, fala-se muito de trabalho colaborativo com o uso de tecnologias, mas será mesmo que essa forma de atuação pedagógica está inserida nos...

Do Nada Ao Tudo – A Esperança Ressurgida das Cinzas

O colapso do planeta parece que é uma realidade irreversível. O homem, diante da sua condição de caçador, líder nato, o condutor e mola inteligível...

AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM: um Ambiente Real, uma Aprendizagem Significativa

Com o intuito de democratizar o ensino, cada vez mais os Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) são espaços para aprendizagem, onde a otimização do...

O EU E O NÓS

As imagens do nosso cotidiano trazem elementos, cores... que (re) avivam em cada ser um  novo olhar, um novo horizonte. É um descortinar de...