21.4 C
Belo Horizonte
segunda-feira, 6 fevereiro 2023

Júlio Dash
Júlio Dash
Júlio Roberto Gomes é psicanalista e terapeuta analítico Jungiano, especializado em Hipnose e Inteligência Social, atuando na área há quase 5 anos. Tem como formação base o curso de Tecnologia em Recursos Humanos e estudos a parte de Criminalística.

A vida é um jogo super-realista (que não roda em Linux)

Vídeo games são legais porque você pode perceber o progresso que seu personagem faz ao longo do percurso, você consegue quantificar sua evolução de forma mais eficaz que na vida, porém, isso também pode ser aplicado no dia a dia.

- Participe da comunidade do Mais Minas no WhatsApp e seja o primeiro a ser informado de novas notícias. CLIQUE AQUI PARA ENTRAR.


Na escola você não ganhou diploma no primeiro dia, certo? Você precisou cumprir uma série de tarefas, passar por provas, ganhar experiencia, resolver problemas e daí passou pra próxima fase, seguiu assim até que pudesse decidir sair dessa missão ou pegar um nível mais alto nela e ter mais skills em uma área especifica.

O mesmo aconteceu com aprender a dirigir, a cozinhar, beijar, um novo idioma, tocar um instrumento e basicamente com tudo.

Se definirmos quantas fases uma nova atividade vai ter, podemos medir o nosso progresso de forma mais eficiente e até mais divertida. Se estou aprendendo um novo idioma por exemplo, posso definir que a fase um é aprender a falar 10 frases básicas do dia a dia em uma semana, aprender uma música inteira no novo idioma em um mês e conseguir compreender a maior parte de um filme nesse idioma em 1 ano e estar apto a viajar pra esse país e falar com os moradores de lá em 2 anos.

Se eu quiser viajar e não tiver dinheiro, posso calcular o valor médio que irei gastar na viagem toda e dividir em fases o valor, preciso economizar 100 reais por mês por 6 meses, 150 em outros 6, depois 300 por outros 6 e 500 por mais 6. Se meu trabalho não permitir ganhar o bastante pra isso, talvez deva pegar uma missão extra e ganhar esse valor de outra forma.

Isso também pode ser aplicado a relacionamentos. Toda e qualquer pessoa faz coisas legais e coisas não legais, pra elas mesmas e pra gente, e às vezes a gente acaba no meio de uma reunião de pessoas “legais”, ao fim de uma sexta a noite, pensando que seria melhor estar em casa assistindo vídeos aleatórios no Youtube. Porque?

Porque elas são legais pra conversar por redes sociais apenas, porque são legais pra falar sobre filmes e séries em um encontro casual ou porque elas foram legais há 15 anos atrás e você esqueceu de crescer e fazer novos amigos, vai saber.

A questão é, se você tiver sua lista de coisas que acha legal nas pessoas e o que acha ruim e a medida que convive com elas ir pontuando pra cima ou pra baixo, vai saber se vale a pena ir a algum evento com elas ou se é melhor se esconder no corredor de frios do supermercado quando avistar essa pessoa ou fingir que é seu irmão gêmeo que vive em Bangladesh e tá só de visita e não entende muito bem o português mais e por isso não pode continuar conversando e precisa ir embora.

Você também pode, na verdade deve, ter sua lista de Skills sociais. O que eu quero ser, fazer, que impressão quero passar? Como aprendo e desenvolvo essas coisas? Você quer ser uma pessoa que tira a dúvida dos outros sobre assuntos complexos ou ser o idiota do Facebook que fala jerda sobre política, clima, economia e recebe 5 likes de pessoas que não são muito mais espertas que o Homer Simpson?

Em questões de pontuação, essas pessoas que você convive valem a pena você não estar de fato em casa, debaixo da coberta, comendo um pote de sorvete enquanto assiste aquele filme que só você gosta?

Isso não é sobre ser arrogante ou sobre achar que é melhor que os outros, é sobre saber pontuar na sua vida o que de fato você quer e gosta e o que vale a pena. Em geral as pessoas que dizem que você mudou e que não dá mais atenção pros antigos amigos são os mesmos que sempre que podem te colocam de lado por outra coisa. Porque? Porque pra elas você está abaixo na escala de prioridades, mas elas não gostam de estar abaixo na sua escala.

Isso não é sobre ser ou não ser algo especifico, isso é sobre você criar o seu mapa de vida, suas metas, suas pontuações e viver de acordo com o que você definiu.

Se o Mario, sendo um encanador, conseguiu salvar a Princesa e conhecer mundos diferentes e ganhar muito ouro, sabendo o que era prioridade, você também consegue, desde que entenda que algumas fases são difíceis e você vai aprender novas habilidades pra sair delas, nem que seja a paciência e a humildade.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: