17.5 C
Belo Horizonte
terça-feira, 28 junho 2022

Como encontrar motivação para ser fisicamente ativo?

Tão importante quanto praticar exercícios físicos é...

Sua alimentação muda com o frio?

Certamente alguma vez você já disse ou...

Aveia não é tudo igual

Franciele Santana
Franciele Santana
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

A aveia é um alimento rico em proteínas, carboidratos, vitaminas, ferro, cálcio e fibras. Por ser uma fonte de carboidrato complexo, atua auxiliando na redução do colesterol, melhorando o trânsito intestinal, além de reduzir a carga glicêmica das refeições e fornecer micronutrientes como vitaminas do complexo B, e antioxidantes. Dessa forma, o consumo de aveia deve ser sempre estimulado.

O consumo de aveia pode acontecer de diferentes formas, sendo as principais: flocos, farelo e farinha.

Aveia em flocos: os flocos de aveia são produzidos por meio dos grãos de aveia inteiros, os quais são prensados até adquirirem um formato achatado, conservando-se nesse processo a maior parte dos nutrientes da aveia. Os flocos de aveia podem ser consumidos tanto como acompanhamento quanto adicionados a iogurtes, leite, vitaminas, sucos naturais e frutas.

Farelo de aveia: É produzido a partir da casca dos grãos de aveia; sendo altamente nutritivo, além de ser versátil, podendo ser utilizado no preparo de pães, bolos e biscoitos ou incluído em sucos e vitaminas.

Farinha de aveia: É produzida a partir da moagem da parte interna do grão, descartando, portanto, a casca, o que reduz consideravelmente o teor de fibras, quando comparado ao farelo e à aveia em flocos. Porém, os carboidratos, as proteínas e os minerais são mantidos. Por ter uma textura mais fina, a farinha de aveia pode ser utilizada em diversas receitas, inclusive como substituta da farinha de trigo na preparação de bolos, pães, tortas, etc.

Considerando cada peculiaridade, pode-se dizer que o farelo de aveia é o mais vantajoso, visto que no processo de moagem e peneiramento, descarta-se a maior quantidade de carboidratos, o que o torna mais recomendado, por exemplo, para pessoas que passam por um processo de redução de peso, pois um dos seus grandes atrativos é manter a saciedade por mais tempo. 

A aveia em flocos ocupa a segunda posição na ordem de preferência, devido ao fato de ser um alimento de baixo índice glicêmico, assim como o farelo, o que permite que os carboidratos presentes no alimento sejam absorvidos de forma mais lenta pelo organismo, visto que as fibras são preservadas.

 Mesmo tendo um menor teor de fibras e sendo um pouco mais calórica do que os outros tipos, também se recomenda o uso da farinha de aveia na rotina alimentar, principalmente das crianças, pois as vitaminas e os minerais são preservados durante o processo de fabricação.

Sabe-se que existem diferentes formas em que a aveia pode ser encontrada no mercado, cada uma com uma característica principal, por isso, basta escolhermos qual a apresentação que melhor irá nos atender em cada situação, e aderir ao uso desse ingrediente no nosso dia a dia, tornando nossa alimentação mais saudável.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: