20.4 C
Belo Horizonte
segunda-feira, 5 dezembro 2022

Franciele Santana
Franciele Santana
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Beterraba combate a anemia? A resposta pode te surpreender

De acordo com os conhecimentos populares muitos alimentos são apontados como referência na promoção da saúde e prevenção de doenças. Um dos exemplos mais comuns que podemos citar é o da beterraba, geralmente associada ao combate à anemia ferropriva.

A anemia ferropriva  é a condição na qual a concentração sanguínea de hemoglobina se encontra abaixo dos valores esperados, devido a  diminuição da produção, tamanho e teor de hemoglobina dos glóbulos vermelhos; sendo a mais comum das anemias. O ferro é um nutriente essencial ao organismo, associado à produção de glóbulos vermelhos e ao transporte de oxigênio dos pulmões para todas as células do corpo. Desse modo, as causas mais comuns da anemia ferropriva são a ingestão deficiente de ferro, parasitoses intestinais, ou durante a gravidez, o parto e a amamentação. Pode também ocorrer por perdas expressivas de sangue, em virtude de hemorragias agudas ou crônicas.

Os grupos de risco para a ocorrência da anemia ferropriva incluem as mulheres em idade fértil, crianças e gestantes. No entanto, qualquer pessoa pode desenvolvê-la, se não receber a quantidade adequada de ferro na dieta ou tiver dificuldade de absorção.

Alguns exemplos de alimentos que possuem grande quantidade de ferro de alta absorção são as carnes vermelhas, o fígado bovino, vísceras, carnes brancas, frutos do mar e ovos, além das leguminosas (feijão, soja, lentilha etc.) e as verduras com folhas verde-escuras. No entanto, é importante ressaltar que o ferro de origem animal (ferro heme) é mais bem absorvido que os de origem vegetal (ferro não heme). Para melhorar a absorção de ferro de origem vegetal pelo organismo, recomenda-se consumi-los junto com alimentos ricos em vitamina C, como limão, acerola, tomate, abacaxi e laranja.

A beterraba, ao contrário do que diz o senso comum, não é um alimento rico em ferro, por isso, a sua contribuição é pequena e ela não serve para combater a anemia, visto que, a título de comparação, em uma porção de 100g de beterraba crua há  somente 0,2 mg de ferro não heme, enquanto em uma porção de 100g de lentilha crua há 7,0 mg de ferro não heme, ao passo que uma porção de 100 g  de fígado grelhado (menos que um bife) contém 5,8 mg de ferro heme.

A beterraba é um alimento com muitos benefícios, porém, não é a  melhor opção para o combate à anemia ferropriva. É importante que se vá além do senso comum e busque informações concretas e comprovadas, a fim de que seu alimento possa realmente ser o seu remédio.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: