20.4 C
Belo Horizonte
segunda-feira, 5 dezembro 2022

Franciele Santana
Franciele Santana
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Churrasco, churrasquinho, vamos todos churrascar!

O churrasco é tido como um sinônimo de festas e confraternizações, geralmente entre amigos ou familiares, sendo uma prática difundida no Brasil e também bastante apreciada internacionalmente.

A palavra churrasco define a carne assada sobre fogo ou brasas, utilizando espetos ou grelhas. A origem da palavra possui algumas hipóteses, como a  onomatopéia, do som que a gordura faz quando cai sobre a brasa; outros colocam a palavra churrasco como uma variante da palavra “socarrar” do castelhano, derivada do vocábulo antigo sukarra (su-fogo e karra- chama). As variações evoluíram até chegar em “churrascar” do andaluz e do leonês berceano, que é um verbo, sendo, porém, a palavra mais próxima do substantivo em português “churrasco”.

 A origem da carne assada remonta ao tempo das cavernas quando o homem primitivo, ao dominar as técnicas de fazer fogo, percebeu que a caça ficava mais saborosa e durava por mais tempo quando assada.

O churrasco como conhecemos no Brasil chegou ao país durante o século XVII, junto com os Sete Povos das Missões, que era uma comunidade fundada por jesuítas no Rio Grande do Sul, com a missão de catequizar os indígenas. Os rebanhos criados por eles, sem dono após as guerras por territórios, ganharam os campos e ali se multiplicaram, tornando-se uma riqueza a ser aproveitada na região. Por consequência, começaram a ser caçados, tornando-se a refeição básica dos residentes, que consistia em uma fatia de carne fresca, que era assada no calor do fogo e temperada com um punhado de cinzas. A partir de então, o churrasco foi incorporado à história do Rio Grande do Sul.

Nem sempre o churrasco foi tão tradicional quanto atualmente. Demorou algum tempo para que se tornasse um prato consumido nos principais restaurantes do país. Antigamente, pensava-se que o gado servia apenas para transporte e na obtenção de sebo e couro, no entanto, aos poucos o churrasco foi sendo difundido ao redor do país e surgiram novas técnicas de preparo, além da utilização de diferentes tipos e cortes de carnes.

Hoje em dia, a tradição do churrasco vai muito além de uma forma de se alimentar, tomando o significado de um evento de confraternização em torno da degustação de sabores.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: