O que você procura?


O famigerado borborigmo

O borborigmo acontece quando líquidos e gases no estômago e no intestino ficam indo e vindo no canal.

Franciele Santana 29 de setembro de 2021 às 20:25
Tempo de leitura
3 min
Foto: Canva
Foto: Canva
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Não é preciso que se passe muito tempo do horário em que estamos acostumados a fazer as refeições para que seja possível ouvir vindo da nossa barriga aquele barulho característico, muito parecido com um ronco, o qual denominamos borborigmo.

O borborigmo acontece quando líquidos e gases no estômago e no intestino ficam indo e vindo no canal; esses movimentos são naturais dos órgãos e o ruído ocorre quando há predominância de gases em relação ao conteúdo de líquidos no órgão.

Os indivíduos normais podem manifestar o borborigmo quando estão com fome, pois nessa condição o ar e os líquidos do aparelho digestivo se misturam e assim produzem o som. O nosso cérebro, por meio do nervo vago, comunica-se com o intestino a fim de prepará-lo para a refeição que está por vir, com isso são liberadas algumas substâncias que estimulam a secreção de ácido do estômago e a motilidade intestinal, e assim ocorre o ronco que costumamos ouvir vindo da barriga.

É importante lembrar que esse som pode ocorrer em qualquer momento, pois durante as refeições, juntamente com a comida, ingerimos ar, o que também faz gerar o ruído. A única diferença é que quando o estômago está cheio não conseguimos ouvir o barulho, já que o estômago vazio amplifica o som. Então, para evitar escutar o borborigmo, o ideal é que tenhamos uma dieta balanceada, com intervalo de três horas entre as refeições, pois assim é possível acelerar o metabolismo e facilitar a digestão. Além disso, o ideal é que sejam evitados quaisquer tipos de alimentos que possam estar associados ao desconforto gástrico, como por exemplo, bebidas gasosas em excesso, frutas cítricas, alimentos gordurosos e industrializados. 

Comer mais devagar, mastigar mais vezes e evitar refeições volumosas também são boas dicas para evitar desconfortos gastrointestinais.

Além da fome, o borborigmo pode ocorrer em decorrência de hiperatividade intestinal, ansiedade ou medo e também acontece com frequência nos portadores da síndrome do intestino irritável e doença de Crohn.

Para se certificar de que não há nada de errado no seu trato intestinal, observe a frequência do borborigmo e se ele aparece junto com dores ou outros sintomas como diarreia e vômitos, por exemplo; no mais, exceto em condições mais sérias, como obstrução e outros problemas intestinais, não há tratamento ou medicação que reduza o barulho causado pelo sistema digestivo.

O que se recomenda é a alimentação saudável em horários regulares, o que é a chave para evitar esse e outros tantos inconvenientes.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar à posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Última atualização em 30 de setembro de 2021 às 01:18