O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Receitas caseiras para tratamento capilar: Quem sabe?

As receitas caseiras feitas com produtos naturais, na maioria das vezes, não prejudicarão os fios, no entanto, também não proporcionarão nenhum benefício.

Franciele Santana 27 de outubro de 2021 às 11:14
Tempo de leitura
3 min
Foto: Canva
Foto: Canva
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Alguma vez você já deve ter ouvido falar sobre os benefícios que alguns alimentos que consumimos no dia a dia podem proporcionar aos nossos cabelos. Mas aí surge o questionamento sobre qual a forma mais eficaz de utilizá-los: uso oral ou tópico? 

O uso de receitas caseiras nos cabelos é uma prática que existe desde os tempos antigos e tem se tornado cada vez mais popular, devido a maior facilidade de acesso à internet e a maior preocupação com tratamentos capilares e a consequente necessidade de alternativas eficazes e com valores mais acessíveis.

 As receitas caseiras feitas com produtos naturais, na maioria das vezes, não prejudicarão os fios, no entanto, também não proporcionarão nenhum benefício. As proteínas, gorduras e vitaminas componentes de um alimento, mesmo sendo benéficas para a saúde capilar, quando colocadas diretamente no fio, sem qualquer processo específico, se alojam apenas na superfície, devido ao fato de que suas moléculas não estão no tamanho ou na proporção ideal para entrar na fibra, dessa forma, não conseguem tratar o cabelo. Além disso, quando se fala de alimentos industrializados, o uso tópico de alguns deles podem prejudicar a saúde dos fios, devido a presença de corantes e conservantes alimentícios na sua composição.


Quando a indústria desenvolve um cosmético a base de determinado alimento, antes disso são feitos estudos a fim de saber se dentre os ingredientes daquele alimento algum pode proporcionar algum benefício, e só após o resultado de muita pesquisa é que se elabora uma formulação, com outros ingredientes e processos para que o alimento se torne finalmente um produto para o cabelo, considerando-se pH, moléculas, entre outras características. Ou seja, o desenvolvimento de um produto capilar demanda testes, controles sanitários e profissionais capacitados para elaborar uma formulação capaz de gerar um resultado positivo para a saúde dos fios.

Os alimentos podem ser utilizados como aliados à saúde do nosso cabelo quando consumidos diariamente na nossa rotina alimentar, visto que o baixo consumo de proteínas, vitaminas e minerais pode levar à perda do brilho, à quebra, queda e até mesmo interferir no crescimento do cabelo, desse modo, após a ingestão de um alimento nutritivo, por meio dos processos de digestão e absorção do nosso corpo, os nutrientes como vitaminas, minerais, gorduras e proteínas que estão presentes no alimento vão produzir seus respectivos benefícios. 

Além do tratamento com os cosméticos adequados que foram desenvolvidos após muitos estudos e testes, é essencial mantermos uma dieta saudável e nutritiva, rica em frutas e legumes, dando igual importância à ingestão de água que é fundamental para levar os nutrientes até o bulbo capilar. Não existe uma dica milagrosa do uso de um único alimento capaz de proporcionar um cabelo impecável. Como tudo o que diz respeito à nossa saúde os resultados só são possíveis quando dispõe-se de um conjunto de hábitos praticados com constância.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar à posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.