19.4 C
Belo Horizonte
sábado, 10 dezembro 2022

Franciele Santana
Franciele Santana
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Sua alimentação muda com o frio?

Certamente alguma vez você já disse ou ouviu alguém afirmar que come mais durante o frio; o que fez você se perguntar se existe algum fundamento pra isso, ou não passa de uma “desculpa” que inventamos para justificar alguns excessos.

O fato é que realmente sentimos mais apetite em dias frios. O nosso corpo necessita de maior quantidade de comida simplesmente porque temos um gasto maior de energia para manutenção da temperatura corporal adequada. Isso deixa o metabolismo mais acelerado, fazendo com que desejemos fontes rápidas de energia, como gorduras e carboidratos.

Então, é comum desejarmos comidas mais calóricas e quentinhas. No entanto, é preciso assegurar que nosso corpo seja nutrido e saciado sem comprometer nossa saúde. Para tanto, procure fazer refeições com alimentos variados, combinando grupos alimentares e evitando alimentos muito processados. Além disso, é interessante manter certa regularidade nos horários das refeições, a fim de evitar longos intervalos sem se alimentar.

Muitos pratos podem ser preparados com o objetivo de aquecer o corpo, mas é importante lembrar que atividades físicas também podem cumprir essa função; logo, não é nenhum pecado querer consumir pratos reconfortantes, mas é essencial que não deixemos a preguiça nos conduzir ao sedentarismo, pois inverno também é estação de cuidarmos do nosso corpo.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: