O que você procura?

Você se atenta ao prazo de validade dos alimentos que consome?

Além de estarem mais propensos à ação de fungos e bactérias, algumas substâncias dos próprios alimentos podem se modificar depois do vencimento do produto o que pode até mesmo causar intoxicações alimentares.
Franciele Santana 1 de dezembro de 2021 às 12:45
Tempo de leitura
3 min

Quantas vezes esquecemos determinado produto alimentício no armário da cozinha e quando precisamos utilizá-lo notamos que seu prazo de validade já havia passado? Muitas vezes até mesmo na prateleira do mercado deixamos de observar essa informação e acabamos por comprar um produto que não será consumido no tempo propício.

Para determinar em quanto tempo o alimento deve ser consumido para evitar problemas de saúde ou alteração de gosto ou textura, realiza-se o que denominamos “teste de vida de prateleira”. Este teste é feito em laboratório, com temperatura e umidade controladas, utilizando pequenas amostras do produto, as quais são avaliadas a fim de se detectar sob que condições e em quanto tempo ocorrerá a deterioração.


Além de avaliar se a quantidade de micro-organismos presentes na amostra mantém-se dentro do limite estabelecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), avalia-se também se ocorre alteração do aspecto, aroma, sabor e cor. Geralmente, utiliza-se um alimento semelhante como base para se presumir a validade de determinado alimento. Desse modo, são feitos testes para comprovar ou não o que foi previsto. No entanto, deve-se lembrar de que o uso de matéria-prima diferente pode causar grande variação no resultado de um produto pra outro, como de marcas diferentes, por exemplo. 

Durante os testes, os produtos não refrigerados são submetidos a uma temperatura mais alta do que a registrada na cidade mais quente em que eles serão comercializados, o que possibilita que o fabricante tenha uma noção de como o seu produto se comportará em condições extremas. No que diz respeito aos produtos refrigerados, o prazo será calculado tendo como base a exposição em uma prateleira de supermercado com uma temperatura pré-determinada.

Após os resultados das análises, é possível estabelecer o prazo de validade do alimento, o que geralmente é determinado com uma margem de segurança, no entanto não se recomenda que haja consumo após a data vencimento informada, pois após esse período não se pode garantir a integridade do alimento, mesmo que seja apenas um dia depois da data.

Além de estarem mais propensos à ação de fungos e bactérias, algumas substâncias dos próprios alimentos podem se modificar depois do vencimento do produto o que pode até mesmo causar intoxicações alimentares. Em outros casos, o alimento se mantém dentro dos padrões microbiológicos, mas pode, por exemplo, ter alteração na sua textura, ou em outras propriedades.

É de extrema importância prezar pelo consumo de alimentos íntegros, dessa forma, é imprescindível atentarmos pelo prazo de validade do produto, o qual aponta em quanto tempo esse produto atingirá os limites de excelência de qualidade. Para tanto nunca se esqueça de ler os rótulos dos alimentos antes da aquisição, para se optar pelo que possui um prazo de validade mais adequado à sua rotina, bem como no momento de armazenamento, de modo a garantir as melhores condições de conservação.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar à posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 1 de dezembro de 2021 às 13:12