23.3 C
Belo Horizonte
domingo, 4 dezembro 2022

Marcelo Silva Camêlo
Marcelo Silva Camêlo
Marcelo Silva Camêlo. Jornalista formado pela Uni-BH, assessor de comunicação e imprensa, estudioso da área da comunicação, curioso e voluntário nas horas vagas, pela ONG Fábrica dos Sonhos e Mãos de Assis.

Apoiando e cuidando de pessoas de várias formas: Conheça a Mãos de Assis

A ONG, que nasceu em Belo Horizonte, conta com vários departamentos de ações que se estendem desde a comunidade indígena a projetos voltados à ecologia.

Tudo começou em 2018, como um sonho, quando o antigo frei Kauê Roque teve a ideia de iniciar um projeto para levar atendimentos terapêuticos gratuitos para comunidades afastadas. Grandes caravanas foram, então, sendo formadas e com a ajuda de dezenas de terapeutas, de diferentes áreas da saúde, seguiram em expedição. O sucesso das primeiras viagens fez com que o sonho se tornasse realidade. Hoje, a ONG Mãos de Assis, que nasceu em Belo Horizonte, conta com vários departamentos de ações que se estendem desde a comunidade indígena a projetos voltados à ecologia.

A ONG foi inspirada em São Francisco de Assis, um frade católico do século XII que, de acordo com estudos de historiadores, poderia ter tido uma vida confortável ao lado de sua família, mas seguiu uma vida religiosa de completa pobreza dedicando-se aos mais necessitados. Foi criador da ordem hoje conhecida como os Franciscanos e lembrado na obra poética do renomado escritor Dante Alighieri como “a luz que brilhou sobre o mundo”. Influenciados pelo italiano, a instituição tem como missão atuar com projetos em prol da igualdade social e sustentabilidade, contribuindo para que todos tenham acesso a saúde, educação e cultura. Apoiada nos valores de servir, acompanhar e defender, a organização busca ser referência na qualidade das ações e impactos sociais e ambientais, ampliando o número de pessoas e comunidades beneficiadas pelo Brasil e pelo mundo.

As dificuldades enfrentadas e as reviravoltas

Mas nem sempre foram rosas. Os anos de 2020 e 2021, época marcada pela pandemia mundial que havia se instaurado, foram marcados por muitos desafios. Inúmeras comunidades brasileiras sofreram por falta de recursos fazendo com que o índice de pobreza, fome, ansiedade, depressão, violência doméstica, feminicídio, dentre outros, se elevasse no país. A organização também sofreu pela falta de recursos financeiros, para que continuassem conduzindo os projetos de levar apoio, esperança, cura e dignidade para tantos territórios que solicitaram ajuda. No entanto, graças ao descomunal esforço dos incansáveis voluntários, a ONG conseguiu superar as adversidades e foram surgindo novas ideias. Frentes inovadoras de ações foram criadas para continuar obtendo fundos para distribuir cestas básicas em Minas Gerais e até mesmo na Amazônia.

Com muita criatividade e perseverança, as portas continuam abertas e atualmente a Mãos de Assis trabalha em diversas localidades, tais como: Minas Gerais, Bahia, Maranhão, Paraíba e território Xingu, contando com uma rede ampla de voluntários, em diversos projetos voltados a temas como: diminuição da fome, geração de renda, mapeamento de nascentes, educação ambiental, atendimento terapêutico, atenção à mulher em situação de violência, assessoria jurídica, doação de cestas básicas, proteção da água, plantio de mudas, promoção de transmissão de conhecimento fitoterápicos entre outros programas.

Quando se fala em trabalho voluntário e organizações da sociedade civil, o que pensamos?

Você pode se perguntar como tudo isso é feito. A resposta é: a partir de uma metodologia única de ação fundamentada no acompanhamento integral das comunidades. A etapa primordial para começar o bom relacionamento com esses povos é a visita presencial, que se baseia no ato de ouvir atenciosamente sobre os desafios sociais destes territórios, que estão ligados à escassez de recursos e falta de oportunidade. Além disso, busca-se diagnosticar índices de depressão, ansiedade e outros fatores de adoecimento psíquico, com o objetivo de traçar soluções práticas e concretas para o tratamento das dificuldades.

Para o início da próxima etapa é onde contamos com o apoio e trabalho dos nossos colaboradores, parceiros e corpo de voluntários. Começa-se a colocar a mão na massa a partir do momento que se estabelecem os planos de ação em conjunto com a população local. Definido isso, as atividades se iniciam como os mutirões, mapeamento de nascentes, campanhas de doação de cestas básicas, doações de roupas, missões terapêuticas, projetos de viabilização de água potável, galinheiros, hortas comunitárias, entregas de kits de higiene, doação de máquinas de costura para gerar renda, criação de cooperativas, ações empreendedoras, dentre tantos outros projetos que atendam às necessidades das comunidades.

A atuação da instituição se distribui em diversas frentes organizadas em departamentos de ações, tais como: Departamento de apoio aos povos tradicionais (indígenas, quilombolas, ciganos, ribeirinhos, entre outros), que faz a assistência emergencial desses povos através de doações de alimentos, roupas e outros itens essenciais. Além disso, também oferece projetos de autonomia econômica, dando suporte para que vivam de sua cultura e apoiando suas atividades tradicionais de subsistência. A Roda das Marias é o departamento que tem como intuito promover o empoderamento feminino. Através de ações holísticas, busca acolher e cuidar de mulheres que sofrem, ou sofreram, abusos ou relacionamento afetivo doentio. O departamento Ecologia é responsável por promover ações educativas-ambientais, restauração de áreas degradadas, cuidado de mananciais e nascentes, plantio de mudas e outras atividades com o intuito de mitigar os efeitos destrutivos causados pela sociedade.

Atualmente a ONG oferece eventos semanais gratuitos que impactam diretamente na vida dos cidadãos em situação de vulnerabilidade, nas áreas da saúde, cultura e até mesmo jurídica. Os projetos na área da saúde são voltados para o atendimento terapêutico e psicológico e práticas de yoga. O objetivo é promover saúde integral e bem-estar. Na área da cultura são oferecidas aulas de teatro abertas ao público. O atendimento jurídico solidário tem a função de conscientizar os cidadãos que desconhecem os seus direitos, promovendo acolhimento e orientação jurídica.

Alguns dados estatísticos

Em tão pouco tempo ficou claro o impacto que a organização já promoveu na vida de milhares de pessoas. Já foram mais de 10 missões terapêuticas, cerca de 550 cestas básicas entregues a aldeias e acampamentos ciganos, mais de 15 comunidades ciganas beneficiadas por diversos projetos, mais de mil atendimentos terapêuticos ofertados, cerca de 14 mil litros de água entregues em aldeia na Bahia e mais de 200 voluntários mobilizados. Um total de mais de 3 mil pessoas impactadas diretamente pelas ações promovidas pela Mãos de Assis.

Com tantos projetos e ações sendo promovidas pela organização, vale ressaltar uma parceria incrível com a FHEMIG (Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais). No fim de maio deste ano, a instituição participou da Semana da Enfermagem da Casa de Saúde Santa Izabel. O tema abordado foi a centralidade da enfermagem nas dimensões do cuidar e teve participação de voluntários, terapeutas de diversas áreas da saúde, compartilhando e adquirindo conhecimento. 

Manter tantos projetos, ações e frentes de trabalho não é uma tarefa simples. A luta é diária para seguir oferecendo ajuda, manter os trâmites legais de acordo e estimular os voluntários. “São necessários critérios, responsabilidade, mais coragem e também algo muito importante para hoje e daqui pra frente: Mudança de mentalidade, de paradigma em relação a tudo. Convido a todas e todos a esta conversão de valores e postura para poder seguir com este projeto a cada dia com o olhar renovado”, reforça o diretor e fundador Kauê Roque.

Se você tem interesse em conhecer mais sobre a ONG e sobre os projetos que eles oferecem, pode clicar no LINK AQUI. Caso você tenha alguma dúvida, algum projeto de auxílio social ou gostaria de oferecer trabalho voluntário, estaremos dispostos a atender você. Esta é apenas uma breve história sobre a Mãos de Assis, uma organização que oferece muito mais que cura.

As imagens abaixo são do próprio arquivo da organização:

Mãos de Assis
Foto: divulgação

Mãos de Assis
Foto: divulgação

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: