Avatar
Vanessa Barreto Fassheber
Vanessa Barreto Fassheber – CRP 04/24259 Psicóloga, Especialista em Saúde Mental, Educação em Saúde e Mestre em Ciências da Saúde. Procuro trazer um novo significado para as vivências e emoções do passado, buscando o bem estar no momento presente.

Postar fotos e vídeos de crianças nas redes sociais: até onde vale a pena?

Olá, pessoal, como vocês estão?

Recentemente vivemos uma situação que “deu o que falar” nas redes sociais: o vídeo de uma briga entre duas irmãs numa festa de aniversário. Para quem não viu, a cena era basicamente a seguinte: a irmã mais nova é a aniversariante e aguarda, diante do bolo, o momento de apagar a vela. A irmã mais velha, ao lado, apaga a vela antes da aniversariante e, diante do olhar raivoso da irmã menor, “dá de ombros” e ainda cruza os braços, numa postura desafiadora. A pequena parte para cima da irmã, agarrando seus cabelos. A cena interrompe os “parabéns” e familiares correm para separar as irmãs.

⁣Seria apenas mais uma cena normal, uma briga corriqueira entre irmãs e facilmente administrável se não fosse por um pequeno grande detalhe: um adulto, que estava presente na festa e, portanto, era conhecido e de confiança das meninas, postou o vídeo nas redes sociais. Muita gente compartilhou, riu, fez piada. As meninas viraram memes e até adesivos de Whatsapp. Foram julgadas por inúmeros desconhecidos. ⁣Comentários falando inclusive da personalidade de cada uma delas (coisa difícil até para um Psicólogo falar só “de olhar” alguém), culpando uma, culpando outra, culpando os pais, e por aí vai.

Crianças não sabem lidar com emoções como os adultos – elas estão em pleno desenvolvimento e precisam de nós para dar exemplos, mostrar o que pode, o que não pode e especialmente para acolhê-las em momentos como estes. Quando um adulto que deveria interromper a cena, acalmä-las e ensinar a cada um o que é certo ou errado opta por filmar a cena e expor nas redes sociais, estas crianças viram meros objetos para olhares de milhares de desconhecidos. E isso é grave, muito grave! Eu realmente fiquei imaginando estas meninas tomando ciência da dimensão de tudo isto, um dia, mais velhas. Talvez achem até engraçado e não se incomodem. Mas elas também podem se sentir usadas, traídas e invadidas, não apenas por todos nós que assistimos e rimos das cenas, mas também adultos pelos que deveriam protegê-las.

A reflexão que hoje aqui proponho é: “o que vale a pena mostrar?”. Um exercício bom é fazer para si a seguinte pergunta: “será que, no futuro, meu filho se envergonharia disto, ou ficaria feliz?”.  Outra pergunta importante: “Esta foto o coloca em risco de alguma forma?”. Basicamente respondendo para si estas perguntas, você já poderá fazer uma escolha mais consciente sobre o que mostrar nas redes sociais.

Tudo bem mostrar os pequenos de vocês. Eu particularmente adoro ver as fotos e vídeos fofos aqui na rede. Mas cuidem muito do conteúdo que vocês colocam: caiu na rede é do mundo e o mundo nem sempre vai ser um lugar seguro. ⁣

⁣Não postem nada do qual um dia seu pequeno pode se envergonhar. Não poste nada que seja uma dor dele, uma vulnerabilidade. Deixe-o um dia escolher sobre isso. Enquanto ele não tem escolha, proteja-o!⁣

Leia mais

Setembro amarelo: o que você de fato pode fazer para ajudar alguém que está pensando em cometer suicídio?

Olá pessoal, bom dia! Ando meio sumida aqui da coluna, é verdade. Os últimos meses tem sido de muito trabalho, mudança e aprendizados, mas prometo...

Sua Ansiedade anda te trazendo problemas?

Olá pessoal, tudo bem? Sabemos o quanto a Ansiedade é um problema sério para muitos de nós: O Brasil é hoje considerado o país mais...

5 lembretes importantes em tempos de pandemia

Você não precisa ser produtivo o tempo todo Muitos estão trabalhando de casa há alguns meses, numa rotina que impõe novos desafios. Conciliar as tarefas...

Artigos Relacionados

Noites em claro? 15 regras para melhorar a qualidade do seu sono

Olá pessoal! Hoje venho trazer algumas orientações importantes para a melhoria da qualidade do seu sono. Se você tem dormido mal, tem dificuldades para adormecer...

Dicas e brincadeiras para entreter as crianças em casa nesta quarentena

Olá, como vocês estão? No último post eu trouxe dicas da Psicóloga Roseane Mendonça para os pais que estão trabalhando em casa e que tem...

Como trabalhar em casa e cuidar dos filhos ao mesmo tempo: dicas para pais em home office nesta quarentena

O isolamento social, arma principal para o combate ao coronavírus, trouxe uma série de questões para todos nós. De um hora para a outra...

Onde obter informações SEGURAS sobre a situação atual do COVID-19 em nosso país?

Em tempos de mudanças rápidas e excesso de informação como estamos vivendo atualmente, especialmente em virtude da pandemia mundial do Coronavírus, mais do que...