Ultimate magazine theme for WordPress.

Saúde de Itabirito confirma oitava morte por covid-19 na semana

A Secretaria Municipal de Saúde de Itabirito comunicou neste sábado, 12, mais nove casos de Covid-19 e uma morte pela doença. O município registra 11.643 casos confirmados e 128 mortes desde o início da pandemia. O número de pessoas recuperadas da doença chega a 11.392 no município.

O novo óbito registrado ocorreu ontem na UTI de Itabira. A vítima do coronavírus tinha menos de 50 anos e era portadora de comorbidades. Essa é a oitava morte registrada em Itabirito somente nesta semana, iniciada no dia 7 de junho.

Campanha Unimed

De acordo com o boletim epidemiológico mais recente, há doze pacientes de Itabirito em UTI. Além disso, outros dois internados em uma das unidades de saúde da cidade aguardam vaga para UTI.

Desde o início das testagens, 8.210 notificações foram descartadas para Covid-19 em Itabirito. Atualmente, a cidade investiga 33 casos e 26 estão em monitoramento.

Com mais uma morte computada, a taxa de letalidade (proporção de mortes do total de casos) chegou a 1,1, a mais alta ocorrida em Itabirito até agora, embora ainda mais baixa que a média do estado e do país. A mortalidade por Covid em Itabirito é de 220,7 por 100.000 habitantes, o que é alto.

De acordo com a Prefeitura, no tocante a subnotificações, aparentemente a cidade “está conseguindo dar visibilidade aos números reais, ou muito próximos disso”. A Saúde explica que “uma das formas de responder à pergunta sobre subnotificações é examinar se os números divulgados estão coerentes, examinando-se o ‘Excesso de mortalidade'”. Para isso, compara-se o total de óbitos do município por ano e, quando existe um aumento do número de mortes na população como um todo, por todas as causas, pode-se imaginar que esse aumento é o “excesso de mortes” em relação ao esperado.

LEIA MAIS:  Ao contrário das cidades vizinhas, Ouro Preto permanece na Onda Vermelha

Ainda no boletim, foi divulgado os dados referentes ao total de óbitos ocorridos no município nos últimos três anos:

2018: 348
2019: 345
2020: 344

Em 2021, até o final de maio, já foram 213 mortes por todas as causas registradas. A se manter a proporção, Itabirito estima um total de 511 óbitos até o fim do ano.

Ou seja, os dados de 2020 mostram que até aquele ano não houve “excesso de mortes”, e a projeção para 2021, de 511 mortes por todas as causas, sugere um “excesso de mortalidade pela pandemia” de 165 mortes neste ano, um crescimento de 47,69%, das quais cerca de metade serão por Covid, as demais por impactos da Covid no sistema de saúde.

Inscreva-se para RECEBER diariamente uma lista com as nossas principais notícias. É GRATUITO!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

COMENTÁRIOS