O que você procura?


Minas Gerais é o estado que menos realiza testes para Covid-19

Carla Cruz 24 de junho de 2020 às 14:09
Tempo de leitura
3 min

Apesar da taxa de ocupação de leitos em UTI em Minas Gerais estar próximo de 90%, o estado está realizando poucos testes para diagnosticar a doença. Até a última segunda-feira (22), Minas Gerais tinha 28.918 casos confirmados e 688 mortes, entretanto, de acordo com uma pesquisa realizada pelo G1, Minas é o estado com menos testes em casos suspeitos de infecção pelo coronavírus.

Segundo a pesquisa, o número de testes realizados no estado diz respeito a metade dos feitos pelo Rio de Janeiro, com cerca de 318 exames a cada 100 mil habitantes. Em contrapartida, o estado que realizou mais testes foi o Amapá, com 4.433 análises por 100 mil habitantes, seguido por Amazonas, com 3.344 exames por 100 mil habitantes.

Os testes indicados para diagnosticar a doença (PCR) devem ser feitos nos seguintes públicos alvos:

  • Amostras provenientes de unidades sentinelas de Síndrome Gripal (SG) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG);
  • Todos os casos de SRAG hospitalizados;
  • Todos os óbitos suspeitos;
  • Profissionais de saúde sintomáticos (neste caso, se disponível, priorizar Teste Rápido e profissionais da assistência direta);
  • Profissionais de segurança pública sintomáticos (neste caso, se disponível, priorizar Teste Rápido);
  • Por amostragem representativa (mínimo de 10% dos casos ou 3 coletas), nos surtos de SG em locais fechados (ex: asilos, hospitais, etc);
  • Público privado de liberdade e adolescentes em cumprimento de medida restritiva ou privativa de liberdade, ambos sintomáticos.
  • População indígena aldeada.

Leia também: Coronavírus: Minas Gerais tem novo recorde de 63 óbitos em 24h

Novo laboratório em BH para análises de testes de Covid-19

Foi inaugurado nessa segunda-feira (22), um novo laboratório na capital mineira para análises de testes PCR, indicado para diagnóstico de Covid-19.

De acordo com informações da prefeitura, o laboratório recebeu doações de equipamentos e insumos de iniciativa privada, sendo possível funcionar com as doações por até seis meses. Além disso, ele deve realizar exames não só de belo-horizontinos, mas também para outros laboratórios da rede conveniada da Funed.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o laboratório terá capacidade para realizar cerca de 320 exames por dia, mas as coletas deverão continuar sendo realizadas nos hospitais e UPAs de BH. Ampliando assim, cada vez mais, sua capacidade e futuramente realizando exames para outros tipos de vírus.