Ultimate magazine theme for WordPress.

Ex-secretário de Meio Ambiente de Mariana é indiciado por liberação de mineração ilegal

O ex-secretário de Meio Ambiente de Mariana, Rodrigo Carneiro, foi indiciado pela Polícia Civil (PCMG) por assinar vários documentos que autorizam práticas minerárias consideradas ilegais na cidade. Ele é investigado desde 2019 por supostas fraudes de concessão de licenças ambientais para empresas de mineração.

A Polícia Civil concluiu o inquérito na última sexta-feira (9), incluindo laudos da perícia e depoimentos de 38 pessoas, entre testemunhas e investigados. As investigações foram coordenadas pelo Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) através da 2ª Delegacia Especializada em Investigação de Crimes Contra o Meio Ambiente.

Campanha Unimed

Essa operação, chamada de “Operação Curupira”, teve início em maio de 2019, quando foram cumpridos três mandados de prisão temporária e cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Belo Horizonte, Barão de Cocais, Santa Bárbara e Mariana.

Na segunda fase da operação foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão na Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura de Mariana. Os órgãos que investigaram o caso também foram até a casa de Rodrigo, que estava afastado do cargo, e também de fiscais do município que podem ter relação com o crime.

Por fim, na terceira fase da operação, foram cumpridos mais dois mandados de busca e apreensão em dois setores do Departamento de Documentação e Arquivo da Prefeitura de Mariana. Na oportunidade, a Polícia Civil apreendeu diversos documentos e computadores que foram encaminhados para a delegacia afim de contribuir com as investigações.

LEIA MAIS:  Atlético e Boca se enfrentam em busca das quartas da Libertadores; saiba onde assistir

Inscreva-se para RECEBER diariamente uma lista com as nossas principais notícias. É GRATUITO!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

COMENTÁRIOS