Três cuidados durante os sete primeiros dias de vida do bebê

Ao nascer um bebê, um novo ciclo se incia na vida dos pais, sendo eles marinheiros de primeira viagem ou não. A rotina da casa muda, assim como a maneira na qual passamos a enxergar o mundo. O recém-nascido nasce muito delicado e necessita de carinho e cuidados especiais. Durante os sete primeiros dias as atenções devem sim serem direcionadas ao ser que acabou de vir ao mundo.

Uma coisa é fato, além da criança, a recém mãe também vai precisar de ajuda, embora a maioria do tempo o bebê queira ficar com ela, o que é normal, afinal “morou” por aproximadamente 42 semanas dentro da barriga da mãe. Entretanto, pode ocorrer da mulher ser acometida pela estafa, pois além de ter passado longos meses carregando outro ser humano dentro de si, ela passou também pelo trabalho de parto, um momento muito especial, mas que exige muito energia física, além de mental. Sendo assim, é importante que a mãe durma, descanse até mesmo para não passar estresse para o bebê, que sim, sente tudo. Então, essa dica fica para os papais, ou acompanhantes da nova mãe.

Três dicas para os sete primeiros dias do bebê

Barulho

Já nos primeiros dias da vida dos filhos, precisamos praticar empatia com os mesmos. Imagine que você vive por nove meses dentro de uma casa quente, silenciosa e aconchegante, de repete alguém chega, te expulsa lá de dentro e te coloca na rua, no frio, com pessoas conversando, gritando, carros buzinando, músicas, enfim, todo o tipo de barulho, você iria ficar no mínimo irritado não é mesmo? Pois bem, essa situação se assemelha com os primeiros dias da vida de um ser humano.

O início da vida de um bebê não deve ser acelerado, pois ele tem toda uma vida pela frente, logo concluímos que estimular, ou até mesmo forçar situações para que ele se adapte rápido ao mundo pode trazer problemas emocionais na criança, se não a curto, a longo prazo.

A dica aqui é ir introduzindo aos poucos e com amor os sons. Vocês podem experimentar conversar mais baixo, o volume da televisão pode ser abaixado, o som, por um período de tempo, pode ser evitado, ou vocês podem usar fones para não incomodar o bebê, inclusive para ouvir mensagens de áudios enviadas através de aplicativo. Evite também fotos com flash, o excesso de luz pode incomodar o bebê.

Nesse momento é importante abdicar algumas preferências para entregar conforto ao filho, sempre tendo em mente que tudo se trata de uma fase que em breve vai passar.

Limpeza

A mamãe vai precisar de ajuda não apenas para descansar, mas também para cuidar do bebê da casa. Tendo passado por parto normal ou cesariana, a mulher fica de uma certa forma debilitada, em decorrência dos pontos que pode levar, sendo assim seria muito cruel permitir que essa mulher que acabou de dar a luz carregue uma banheira cheia de água, ou realize a limpeza da casa. É preciso de um pouco de senso da parte dos pais ou familiares que estão ali assistindo a situação. Bebê não é só brincar e achar bonito, bebês também estão aí para serem cuidados.

Quando pensamos em limpeza, principalmente quando se trata do bebê, muitas dívidas podem surgir, pois tudo é pequeno, a orelha, o nariz, o genital, além de tudo tem o coto umbilical. A dica aqui é fazer tudo com calma, e o máximo de cuidado o possível, como já escrevemos anteriormente, não adianta querer colocar a “carroça na frente dos bois”.

Visita

Visitar uma criança assim que ela nasce faz parte da cultura brasileira, hospitaleiros como somos, logo queremos além de ver o rostinho do bebê, dar as boas vindas a ele. Quem vai visitar prepara o presente para entregar, enquanto os pais preparam também aquelas famosas lembrancinhas contendo o nome do recém-nascido para entrega para as visitas. É uma troca de carinhos e um momento muito simbólico. Mas alguém pode não estar gostando nada dessa confraternização toda, o protagonista da reunião, o bebê, pode se sentir incomodado com movimentações intensas em seu novo lar.

Desde o aroma do perfume de alguém até as conversas longas podem estressar a criança, que neste primeiro momento de sua visa só quer saber de descansar, já que trabalhou por horas junto à sua mãe para conseguir sair de dentro da barriga.

Visitar um bebê também pode ser perigoso, principalmente se estivermos com alguma doença, como gripe, coronavírus, entre outras doenças contagiosas. A higienização das mãos deve ser redobrada. A dica é esperar a criança completar o primeiro mês, assim ela já vai estar mais habituada ao mundo e ficará feliz com o seu carinho.

LEIA MAIS