Artesanato em alta na decoração da casa: dicas para usar o crochê

O artesanato tem o seu diferencial em relação a objetos decorativos de fábrica, pois eles são confeccionados à mão, demandam tempo para ficarem prontos e podem ser personalizados. É o caso do crochê, que harmoniza em diversos cômodos do imóvel, de maneiras distintas para cada um deles.

A beleza do crochê se sobrepõe em tanto em decorações rústicas, como em designers modernos, basta saber como usá-lo.

Chão

Os fãs da técnica já usam tapetes logo na frente de casa. Geralmente, essas são peças “crochezadas” em barbante, uma linha mais grossa de cor crua, que não comprometem a fachada da residência e servem para limpar os pés antes de adentrar a casa.

+ Fachada: o cartão de visita da casa merece uma atenção especial

Além de serem usados de forma funcional, os tapetes podem servir como decoração também, é o caso das passadeiras, aqueles tapetes mais finos e longos que são aplicados em corredores por isso exemplo.

Objetos

O crochê é muito usado para envolver portas-trecos, principalmente os que fazem parte da decoração do quarto de um bebê, podendo ser aplicado em porta cotonete, porta lenço umedecido, algodão e até mesmo um bela peça para guardar fraudas. É possível fazer também sapatinhos bem pequenos, que podem ser usados como lembrancinha entregues aos visitantes do novo membro da família, e pode compor bonecas ou ursinhos, tudo pensando no designer do quarto da criança.

Para além do quarto do bebê, o crochê é útil e bonito em quartos de adolescentes também, podendo envolver porta-caneta e porta-joias.

E não menos importante, pode ser usado também na cozinha, em porta- talheres, e porta-condimentos, por exemplo. Porém, deixando a funcionalidade um pouco de lado e retornando a decoração.

Quando tecido com linhas grossas e coloridas, no formato redondo, o crochê entrega jogos americanos muito estilosos, principalmente em cores vibrantes, como o vermelho, preto, azul marinho, mostarda.

Assim como no banheiro, onde comumente é utilizado como jogo, o crochê pode formar peças que cobrem a tampa do vaso sanitário, também o chão próximo ao vaso e próximo do box. Mas não para aí, no banheiro, o chochê pode funcionar para guardar papel higiênico e absorvente.

Peças Grandes

Com pontos que podem deixar as peças mais compactas, ou pontos largos que formam uma charmosa transparência, o crochê é ideal para toalhas  e caminhos de mesa, de variadas cores e espessuras de linha e capa para cadeiras.

No quarto ele pode embelezar como cobre leito, principalmente em pontos quadrados. Não há nada mais fino e delicado que uma bela cortina de crochê, pois entrega um mood praia e interior do Brasil ao mesmo tempo. E para harmonizar com a cortina, nada como capas de almofadas na mesma tendência.

Outra peça grande confeccionada no crochê é o cobre sofá, muito usado no preto e bege. Com criatividade e um pouco de senso de cores é possível deixar a sala muito bem decorada. Com um tapete grande e redondo no centro do cômodo, vasos de planta envoltos pelo crochê e com objetos minimalistas é possível chegar a uma sala aconchegante. Para a sala é importante optar por cores neutras, como o branco, preto, bege ou gelo. É preciso ter cuidado com os excessos.

O que precisa para fazer crochê?

Além da técnica, para fazer crochê é necessário basicamente uma agulha específica para crochê e a linha. Mas se pensamos em confeccionar objetos mais complexos, a revista com as diretrizes é importante. Importante também é que a espessura da agulha acompanhe a espessura da linha escolhida, afinal torna-se desconfortável fazer crochê com barbante, uma linha bem grossa, utilizando uma agulha fina, pode até machucar os dedos.