Volta às aulas divide opiniões

O retorno das atividades escolares se tornou um tema polêmico, principalmente por estar acontecendo em algumas localidades do Brasil em meio À pandemia do novo coronavírus, que até então não acabou.

Em São Paulo, o governador João Doria já anunciou que o estado está criando um cronograma de volta às aulas, que será aditado pela rede pública de ensino, prevista para acontecer em 8 de setembro. No Distrito Federal, o retorno das aulas na rede privada foi autorizado pela Justiça, na noite dessa terça-feira (4). Já a cidade do Rio de Janeiro vive um binômio, enquanto a prefeitura permite o retorno das crianças e adolescentes às escolas particulares, o Governo veta a decisão.

Professores da rede pública e privada já sinalizam greve caso as autoridades prossiga com a decisão, tendo em vista que os profissionais da edução podem ser contaminados com o novo vírus, assim como os estudantes.

Devolução

Enquanto milhares de pessoas tentam receber os R$ 600, outras milhares estão devolvendo o auxílio aos cofres públicos. Segundo o Ministério da Cidadania, 107.707 pessoas emitiram Guia de Recolhimento da União (GRU), já foi recuperado R$