24.4 C
Belo Horizonte
quarta-feira, 17 agosto 2022

Gerdau leva bandas das cidades onde produz aço para tocar em palco inédito no Rio de Janeiro

Concurso musical, que terá Ivete Sangalo como embaixadora, vai selecionar duas bandas para show especial na capital fluminense

Guttavo Lima emplaca mais um sucesso, o “Fala Mal de Mim”

Na pegada do forró estilizado, o Embaixador...
Portal Mais MinasEntretenimentoMúsicaTrio mineiro Rosa Neon se apresenta no S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L! amanhã (8)

Trio mineiro Rosa Neon se apresenta no S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L! amanhã (8)

Os integrantes do grupo Rosa Neon subirão ao palco do festival S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L!, amanhã (8). A banda mescla elementos da música brasileira ao pop, de uma forma bem irreverente.

Formado por Marcelo Tofani,  Luiz Gabriel Lopes e Marina Sena, a banda se apresentará sozinha na Esplanada do Mineirão, desfilando um repertório bem popzão, composto pelas músicas do primeiro álbum lançado em 2019, e o recente single lançado em parceria com Hot e Oreia, “Piou”.

Em entrevista ao portal Mais Minas, Luiz Gabriel Lopes disse que o grupo é resultado de “um aglomerado de forças que vinham já de outros projetos. A gente teve um encontro muito especial durante uma turnê que eu tava fazendo com o Tofani. Nós dois estávamos fazendo shows juntos pelo interior de Minas e encontramos com as meninas lá em Milho Verde, e aí a gente passou uma noite tocando violão, acabamos fazendo uma música juntos no outro dia”, contou o músico sobre o primeiro encontro da formação.

“Ombim”, “Fala pra Ela” e a música “Vai Devagar”, essa última é um  feat com o rapper Djonga, certamente estarão no set list do Rosa Neon neste sábado. “As referências musicais são muito amplas assim, eu acho que a gente tenta beber um pouco de tudo que constitui a bagagem individual também, tem muita troca, e, um ecletismo bem acentual, a gente as vezes está viajando na van por exemplo assim, indo pra tocar em algum show e play list roda coisas muito diversas mesmo, existe um interesse por essa diversidade da música brasileira em todos os seus extratos, desde a música brasileira clássica, de Caetano, Gil, Novos Baianos, Multantes, o Clube da Esquina, enfim todo essa grande panteão da música brasileira, até as coisas mais da música de massa mesmo e também o rap, o funk, até mesmo o sertanejo tinha que ta ali na play list rodando como referências para um horizonte, enfim paisagem que a gente ta observando e absorvendo também, de alguma maneira essas informações pra fazer alguma coisa própria”, explicou Luiz Gabriel sobre as influencias do grupo.

” O Sensacional é um festival muito especial, um festival que tem uma importância muito grande pra Belo Horizonte assim no cultivo de interlocuções aí entre a cena e o público, de uma maneira bastante sensível eu acho”, finalizou o artista.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: