Ultimate magazine theme for WordPress.

Menina de 10 anos, deficiente, dá à luz meses depois de ser vítima de abuso sexual

Um caso de estupro chocou a pequena cidade de Santa Maria de Jetibá, que fica aproximadamente a 100 quilômetros da capital Vitória, no Espírito Santo. Nesta quarta-feira (26), uma criança de 10 anos, que vive em estado vegetativo, deu à luz após ser vítima de abuso sexual.

Após perceber o que havia acontecido com a filha, a mãe da menina foi até a delegacia denunciar o caso, e um boletim de ocorrência foi registrado. Ao jornal Folha de Vitória, o delegado da Polícia Civil, Fabricio Lucindo, contou como ficou sabendo do caso: “ela chegou até nós porque ela descobriu, levou a criança para fazer exames médico e nesses exames médico, o médico acabou descobrindo que a criança tava grávida já de 6 meses.”

Ele contou também o estado de desespero em que a mãe chegou até ele: “ela estava desesperada por conta da descoberta, desesperada por não saber o que fazer, não sabia qual era o destino médico da filha e do neto que estava na barriga da filha”.

As investigações começaram imediatamente após a denuncia da mãe, e muitas testemunhas foram ouvidas até que polícia chegasse até uma pessoa, um suspeito. Ele confessou o crime à polícia e contou detalhes sobre como abusou sexualmente da criança.

“É uma brutalidade uma coisa assim acontecer, eu falo assim, fiquei chocada, eu já orei muito por essa criança”, diz uma moradora da cidade.

O delegado identificou o autor do crime e enviou a denúncia para o Ministério Público, e, provavelmente, o MP deve enviar para o judiciário para ele poder receber a penalidade prevista em lei. Ainda na entrevista ao jornal Folha de Vitória, o delegado lamentou: “é uma tragédia pra mim como pai, como profissional, só consegue entender quem vê a situação como ela é, naquele momento ali com aquela criança naquele estado de saúde e ainda por cima grávida”.

Comentários do Facebook