Com dois gols de Alerrandro, Atlético vence o América e consolida a liderança na primeira fase do Campeonato Mineiro

Em partida disputada,  Atlético derrota o América por 3 a 2 no Mineirão, com dois gols de Alerrandro. Vitória que o garante na liderança da primeira fase da competição, com uma rodada de antecedência.

Melhores momentos do jogo

Para essa partida, válida pela 10ª e penúltima rodada do Campeonato Mineiro, os times atuaram com as seguintes formações:

Atlético – Victor; Guga, Réver (Leonardo Silva), Leonardo Silva, Fábio Santos, Adilson, Zé Welison (Vinicius), Cazares, Luan, Terans (Chará) e Alerrandro.
Técnico: Levir Culpi.

América – Fernando Leal; Leandro Silva, Paulão, Diego Jussani, João Paulo, Juninho, Zé Ricardo, Felipe Azevedo, Matheusinho, Marcelo Toscano (Sabino) e Júnior Viçosa (França).
Técnico: Givanildo Oliveira.

Primeiro tempo – Com 8 minutos, Júnior Viçosa arriscou um chute de longe, mas Victor, bem posicionado, fez uma defesa tranquila. Logo no minuto seguinte, o Atlético respondeu com Alerrandro, de cabeça, após bom cruzamento de Guga na área, mas a redonda acabou saindo por cima do gol.

Depois disso, o Atlético, com mais espaço e domínio de bola, se lançou ao ataque, e assim, aos 27 minutos, David Terans cobrou escanteio na área. Igor Rabello subiu para fazer o desvio, e Luan completou de cabeça, mas a bola acertou o travessão. Porém na sobra, Réver apareceu no meio da área para, de cabeça, empurrar a redonda para o fundo da rede: 1 a 0 Atlético.

A bola voltou a rolar e, com a partida bem mais equilibrada, o América chegou ao seu gol de empate, aos 37 minutos. No lance, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Felipe Azevedo que, sozinho, fez o domínio pra bater com muita categoria, em um belo chute cruzado, da esquerda para direita, tirando o goleiro Victor totalmente do lance: 1 a 1 no placar.

Já aos 43 minutos, Réver recebeu cartão amarelo por reclamação. Sem mais chances de gols e com 3 minutos de acréscimos, o juiz apitou o fim da primeira etapa aos 48 minutos.

Segundo tempo – Para a segunda etapa, Réver, que já tinha cartão amarelo, saiu para entrada de Leonardo Silva na zaga. Na sequência, dois jogadores do Coelho foram amarelados. Leandro Silva foi o primeiro, por cometer falta em David Terans. E o segundo foi para o zagueiro Paulão, após entrada faltosa em cima de Zé Welison.

Com 9 minutos, Matheusinho recebeu a bola no meio de campo e arriscou o chute de fora da área, mas Victor fez a defesa firme e segura. Aos 13 minutos, Matheusinho foi expulso de campo, ao receber cartão vermelho direto, por acertar a canela de Cazares, em uma perigosa entrada de carrinho no lance: Deste modo, o coelho passou a atuar com 10 jogadores em campo.

Aos 18 minutos, o Atlético cobrou escanteio, mas a defesa americana conseguiu fazer o corte, entretanto, na sequência, a bola sobrou para Zé Welison, que rolou para Fábio Santos conseguir bater cruzado. A bola sobrou nos pés de Luan que, em condição legal, tocou para Alerrandro, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol: 2 a 1 para o Galo.

Com um a menos em campo, o América passou a jogar com o time mais recuado, porém, buscando criar boas oportunidades em lances de contra-ataques e de bola parada. E a estratégia funcionou aos 21 minutos, quando Marcelo Toscano levantou a bola na área, em direção ao zagueiro Paulão, que subiu mais alto do que Igor Rabello para acertar de cabeça, com bastante firmeza, pra baixo, e estufar a rede alvinegra: 2 a 2. Tudo igual novamente.

Aos 25 minutos, Cazares deu ótimo passe para Luan, que fez o domínio e finalizou cruzado, no canto, marcando o gol, mas o lance foi invalidado pela arbitragem, que marcou domínio com a mão do Menino Maluquinho no lance. Um minuto depois, José Welison saiu para entrada de Vinícius, no meio-campo do Atlético. Com 29 minutos, Júnior Viçosa foi advertido com cartão amarelo, por falta em Leonardo Silva, e cinco minutos depois, ele foi substituído por Carlos França, na primeira mexida do América.

Com 36 minutos, Igor Rabello foi amarelado, por falta cometida em França. Quatro minutos depois, Vinícius arriscou de fora da área, mas Fernando Leal, bem posicionado, caiu para fazer uma boa defesa. Pouco depois, Sabino entrou na vaga de Marcelo Toscano, na segunda e última substituição do Coelho.

O Atlético, com um a mais em campo, fez uma blitz de ataque sobre o time do América. Até que, aos 45 minutos, Yimmi Chará fez excelente jogada pela esquerda, deu um drible e finalizou, mas Fernando Leal conseguiu fazer a defesa. A bola voltou para o colombiano, que cabeceou para o meio da área. Luan finalizou, Leal fez outra boa defesa, a bola bateu no travessão e sobrou nos pés de Leonardo Silva que chutou cruzado e, Alerrandro, bem posicionado, completou para o fundo do gol: 3 a 2 para o Atlético.

A bola voltou a rolar, e assim, com três minutos de acréscimos, o juiz apitou pela última vez na partida, aos 48 marcados, para a vitória de 3 a 2 para o time do Galo.

Com a vitória, o Atlético, que chega aos 25 pontos, garante a liderança na primeira fase do Campeonato Mineiro, com uma rodada de antecedência. Já o Coelho fica em terceiro lugar, com 21 pontos somados.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 3 x 2 AMÉRICA
Competição: Campeonato Mineiro
Etapa: 10ª rodada da fase classificatória
Data: 17/03/2019
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Público: 43.137
Renda: R$613.634,00
Gols: Réver (27’/1ºT), Felipe Azevedo (37’/1ºT), Alerrandro (18’/2ºT)(46’/2ºT), Paulão (21’/2ºT)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Júnio de Souza
4º Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Instrutor: Giulliano Bozzano
Cartões amarelos: Réver, Igor Rabello (Atlético); Leandro Silva, Paulão, Júnior Viçosa (América)
Cartão vermelho: Matheusinho (América)