Campeonato Mineiro 2020 só classificará 4 times para as semifinais

Na última terça-feira (29), a Federação Mineira de Futebol (FMF) definiu o formato da competição estadual para 2020. O Campeonato Mineiro voltará a ter apenas quatro times classificados para a fase mata-mata, com dois jogos (ida e volta) para as fases semifinal e final. Serão 11 rodadas e mais duas fases posteriores disputadas entre os dias 22 de janeiro a 26 de abril.

Após dois anos seguidos de Campeonato Mineiro com oito times classificados e partindo das quartas de final, o torneio retorna ao seu modelo tradicional, d acordo com a vontade dos três grandes clubes de Belo Horizonte, América, Atlético e Cruzeiro. Um detalhe é que não haverá rodada durante o fim de semana do carnaval.

Dentro do regulamento, um jogador poderá disputar o campeonato apenas por um clube ao longo da competição. Entretanto, não haverá limite de inscrição de jogadores e nem para troca de treinadores.

O VAR, já adotado no Campeonato Mineiro de 2019, permanecerá na competição na próxima edição. Entretanto, como nesse ano, ele só será utilizado a partir das semifinais. O custeio do sistema de checagem das decisões do campo será de responsabilidade da FMF, no valor de R$ 40 mil por partida.

Os clubes que irão disputar o Campeonato Mineiro Módulo I 2020 são: América-MG, Atlético, Cruzeiro, Boa Esporte, Caldense, Coimbra, Patrocinense, Tombense, Tupynambás, Uberlândia, URT e Villa Nova. O Coimbra, campeão do Módulo II, e o Uberlândia, vice, são os novatos da próxima edição do campeonato.

Pontuação

As decisões sobre o formato do Campeonato Mineiro passaram por votações dos clubes participantes, com cada um tendo um peso diferente. O Cruzeiro, atual campeão, teve peso 12, já o Uberlândia, vice do Módulo II, teve peso 1.

Com isso, Cruzeiro, Atlético e América não poderiam decidir tudo apenas com seus votos individuais, um time do interior, com peso menor que seis, precisaria votar a favor, para as decisões serem validadas.

Botelho, questionou a validade jurídica deste critério de votação e quer removê-lo em 2021. Mas, mesmo assim, as decisões sobre o novo formato do Campeonato Mineiro foram decididas e já divulgadas pela FMF.

Dois Novos Torneios Estaduais

Uma novidade para 2020 será a disputa, chamada de Recopa, entre o melhor classificado geral do interior, contra o vencedor de um novo torneio: O Troféu Inconfidência, que terá participação do 5° ao 8° colocado da primeira fase do Campeonato Mineiro.

O Troféu Inconfidência terá semifinal e final, com jogos de ida e volta, e será disputado durante as fases finais do Campeonato Mineiro. A Recopa também será decidida em dois jogos, porém só após o término do Estadual.

A notícia boa é que, caso Minas Gerais herde uma quinta vaga da CBF na Copa do Brasil 2020, o vencedor do Troféu Inconfidência poderá ganhar uma vaga.

Mais um mandante no Horto

Na reunião prévia, realizada na semana passada, no estádio Mineirão, foi decidido que o Coimbra, time de Contagem, também irá mandar seus jogos na Arena Independência. A equipe da Região Metropolitana de Belo Horizonte conquistou o Campeonato Mineiro Módulo II no ano de 2019 e subiu de divisão. Para evitar o desgaste do gramado, já que o campo também é de mando do Atlético e América, o atual campeão da segunda divisão mineira deverá jogar “em casa” nos sábados e segundas.

Leia também: A espanholização do futebol brasileiro começou e deve durar muito tempo

Deixe uma resposta