27.9 C
Belo Horizonte
domingo, 29 janeiro 2023

Com nomes conhecidos, Athletic de São João Del-Rei quer ser a zebra do Mineiro 2023

Desde que apareceu na primeira divisão do Campeonato Mineiro, em 2021, o Athletic de São João Del-Rei possui um dos projetos mais ousados e bem organizados do futebol do interior brasileiro. Com SAF, bons resultados em anos anteriores e um horizonte promissor, o clube aposta em um 2023 de gala, com reforços à altura das expectativas.

O Athletic só retornou ao futebol profissional em 2018, mas em pouco tempo, conseguiu fazer o que muito clube não realizou dentro de décadas. Para angariar mais fundos, a equipe se transformou numa Sociedade Anônima do Futebol, na toada dos gigantes Cruzeiro, Botafogo e Vasco. O time vendeu 49% das ações para a V2 Participações, que promete mais de R$ 50 milhões de investimento para os próximos dez anos.

Athletic será a surpresa?

Pelo posto de zebra do Campeonato Mineiro, o Athletic sai na frente dos concorrentes por já ter as cores do animal equídeo – preto e branco. Brincadeiras à parte, o time de São João Del-Rei é o atual campeão do interior, tendo ficado em terceiro lugar do estadual de 2022, e tenta, no mínimo, repetir o feito no ano que se inicia.

As contratações feitas pelo Esquadrão animam o torcedor e criam a ilusão de que o time pode, inclusive, sonhar mais alto. Até o momento, 26 jogadores já foram anunciados, mas alguns integrantes da lista saltam os olhos. Tratam-se de jogadores com currículos pesados, presentes em campanhas recentes de times da Série A. Para o gol, chegaram Denivys, que estava no Cruzeiro, e o veterano Júlio Cesar que, por anos, defendeu a Roma-ITA, além de ter passado por Grêmio e Fluminense. Na ala direita, o time surpreendeu o estado e trouxe Patric, que jogou a última Libertadores pelo América-MG, e fez carreira pelo Atlético-MG. O time também contratou John Lennon, campeão da Copa do Brasil de 2017 pelo Cruzeiro.

No meio-campo, a aposta é em Vini Locatelli, que jogou a Série A de 2019 pela Chapecoense. O Athletic não economizou no setor ofensivo, e oficializou a contratação de Sassá, com passagens por Cruzeiro e Botafogo. O polêmico camisa 99 terá a missão de empurrar a bola para as redes, e jogará ao lado do velocista Welinton Torrão, que também defendeu a Raposa.

O restante do pacotão de contratações feito pela equipe do interior é formado, em sua maioria, por jogadores que participaram da boa campanha realizada pelo time no Mineiro de 2022. A ideia do Athletic é mesclar experiência, qualidade e projeção dos nomes de peso do cenário nacional, com o entrosamento e a juventude de peças já adaptadas ao projeto.

O treinador também será o mesmo. Roger, ex-atacante de Botafogo, Corinthians e Ponte Preta, será o responsável por acomodar as estrelas alvinegras dentro de campo.

Roger quer repetir a dose em 2023
Roger quer repetir a dose em 2023 – Foto: Divulgação/Athletic

Não é a primeira vez que o Athletic busca nomes fortes do futebol nacional e internacional. Em 2021 e 2022, respectivamente, a equipe contratou os atacantes Loco Abreu e Ricardo Oliveira.

Dentro de campo

O Athletic não terá vida fácil no Campeonato Mineiro, pois caiu no Grupo A, considerado o mais difícil. Os concorrentes do Esquadrão pela única vaga direta serão Atlético-MG, Pouso Alegre e Villa Nova. No entanto, esses times não se enfrentarão, devido à mudança do regulamento do torneio.

O melhor segundo colocado também avança, para disputa de semifinal em duelos de ida e volta.

Na primeira fase, o Athletic enfrentará oito equipes na seguinte ordem: Tombense (casa), Cruzeiro (fora), Democrata-GV (fora), América-MG (casa), Patrocinense (fora), Caldense (casa), Democrata-SL (fora) e Caldense (casa).

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: