Presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, elogia desempenho do time e promete processar presidente do América-MG

0

As semifinais do Campeonato Mineiro já acabaram, mas as polêmicas entre Atlético e América ainda não. E assim, esse confronto ganha mais um capítulo, porém, dessa vez, fora de campo, envolvendo os presidentes dos clubes.
Após partida de domingo (25/03), a qual o Atlético venceu o América por 2 a 0, se classificando para a grande final do Campeonato Mineiro para enfrentar o Cruzeiro-MG, o presidente alvinegro, Sérgio Sette Câmara, fez um pronunciamento aos jornalistas, e nele, além de elogiar o desempenho e classificação da equipe, também prometeu processar o presidente do América-MG, Marcus Salum.
“Ficamos calados durante todos esses dias. Esperei, efetivamente, terminar esse jogo para dizer algumas coisas a respeito do que ocorreu nos últimos dias. Primeiro, falar da nossa terceira vitória seguida sobre o América-MG. Eu ouvi muitas reclamações. O primeiro jogo foi 3 a 0. O segundo foi 1 a 0, e o Atlético deu, na minha opinião, um baile no América na partida de ida (da semifinal), perdemos muitos gols. E hoje, mais uma vez, uma vitória incontestável, o que demonstra que o nosso time foi superior nas três partidas. Eu tinha uma questão importante a falar em relação às palavras proferidas durante a semana pelo presidente do América, Marcus Salum. Ele tem que entender que deve haver respeito às pessoas, aos dirigentes dos clubes e das federações. Ele não pode sair falando palavras ao vento, como ele fez na sexta-feira em uma rádio de Belo Horizonte. Pessoas não podem ter seu nome manchado. O Atlético-MG possui nos seus quadros pessoas honestas, trabalhadoras, cujo maior patrimônio é o seu nome. Eu entendo que a Federação também, eu conheço bem o Castellar (presidente da FMF). É um advogado brilhante, grande jurista. A gente não pode ter o nome jogado na lama e aventar que haveria algum tipo de conluio entre nós, Federação e arbitragem. Isso não pode acontecer”, argumentou Sette Câmara. Que comentou ainda sobre sua intenção de processar o presidente do América, Marcus Salum.
“Portanto, nesse aspecto, vamos interpelar o presidente do América, Marcus Salum, judicialmente. Que ele dê nome aos bois. E, se ele não fizer isso, terá que responder judicialmente. Vamos buscar a reparação desse dano que entendemos ser muito grave que ele fez durante a semana. E até acho que ele prejudicou o time dele. Ele pilhou demais e os jogadores ficaram muito preocupados com a arbitragem e se esqueceram de jogar bola. Resultado, mais uma vez o Atlético segue para a 12ª vez seguida na final do Campeonato Mineiro. Devagarzinho, o patinho feio vai chegando. Vamos ver como serão as finais. Eu tenho certeza que serão dois clássicos maravilhosos”, concluiu o presidente.