23.5 C
Belo Horizonte
sábado, 1 outubro 2022

O futuro dos campeonatos estaduais

Veja quais são os principais problemas que os campeonatos estaduais possuem que podem causar o seu fim
Portal Mais MinasFutebolAtléticoNa raça! Roger Guedes marca de peito, Atlético supera polêmicas e vence Corinthians no Horto

Na raça! Roger Guedes marca de peito, Atlético supera polêmicas e vence Corinthians no Horto

Time joga bem, tem gol anulado e pênalti não marcado, porém, mesmo com as polêmicas, Atlético chegou à vitória, na raça! 1 a 0 sobre o Corinthians no Horto, com direito a gol de peito do atacante Roger Guedes.
Os times entraram em campo com:
Atlético – Victor; Bremer (Elias), Gabriel; Fábio Santos, Patric; Adilson, Gustavo Blanco (Matheus Galdezani); Luan (Alerrandro), Otero, Roger Guedes; Ricardo Oliveira. (Téc. Thiago Larghi)
Corinthians – Cássio; Henrique, Balbuena; Sidcley, Fagner (Mantuan); Gabriel, Maycon; Rodriguinho (Marquinhos Gabriel), Marcus Vital; Angel Romero; Emerson Shiek (Clayson). (Téc. Fábio Carille).
Primeiro tempo – O Atlético já começou agressivo, fazendo valer o mando de campo, já o Corinthians manteve sua característica de jogar recuado, compacto e reativo, aproveitando, principalmente, as jogadas de contra ataque. E assim, a primeira jogada de muito perigo aconteceu com 19 minutos. Otero cobrou falta com muita categoria e a bola bateu no travessão do gol defendido por Cássio que até pulou, porém atrasado. Esse  seria o primeiro gol atleticano.
Aos 37 minutos, tivemos o primeiro lance polêmico do jogo. Otero cobrou escanteio pelo lado direito e, após desvio, a bola sobra na área para o artilheiro Ricardo Oliveira que finaliza na trave, Róger Guedes aproveita rebote e chuta forte para balançar a rede. O árbitro da gol, porém, 1 minuto depois, invalida o lance, alegando toque de braço de Ricardo Oliveira, que foi assinalado pelo assistente de linha (aquele que fica postado atrás da linha do gol).
De fato, o lance foi polêmico e, após várias repetições por imagens de TV, foi possível perceber que, realmente, a bola esbarra no braço esquerdo do camisa 9 do Galo antes da finalização, porém, visivelmente, não houve intenção de toque do jogador, e assim caímos, MAIS UMA VEZ, no âmbito daquilo que é chamado de interpretação do árbitro que, “cá convenhamos”, não existe um determinado padrão. Fato que SEMPRE vai esbarrar em “olhares/pontos de vista” e criar, COM CERTEZA, MUITA polêmica.
++ Participe do grupo do Atlético do Mais Minas no WhatsApp e recebe todas as matérias sobre o seu clube do coração. Clique aqui e entre gratuitamente.
Segundo tempo – A segunda etapa começou bem semelhante a primeira, com o Galo mais agressivo e o Corinthians mais recuado, jogando no contra ataque. E Otero, com o pé sempre bem calibrado, arriscou de fora da área logo aos 2 minutos de jogo, obrigando Cássio a fazer mais uma boa defesa.
Com 14 minutos, outro lance polêmico. Após cruzamento, o artilheiro Ricardo Oliveira sofreu entrada de Balbuena dentro da área e, antes da bola chegar, o camisa 9 caiu ao chão, e assim, foi impedido de participar do lance. O atacante pediu pênalti, mas o juiz não marcou a suposta infração. O zagueiro do Corinthians chegou a pedir cartão amarelo para Ricardo Oliveira, mas o arbitro também não assinalou o que poderia ser considerado como simulação do artilheiro do Galo
O Atlético continuou atacando, porém pecava nas finalizações, um exemplo foi com Roger Guedes aos 33 minutos. Nesse lance, o atacante recebeu ótimo cruzamento de Gustavo Blanco pelo lado direito e, sozinho, subiu de cabeça, mas jogou a bola pra fora, à esquerda do goleiro Cássio. Pouco tempo depois, Gustavo Blanco, que mais uma vez jogou muito bem, chutou a bola no travessão de Cássio.
Aos 40 minutos, em busca da vitória, o técnico Thiago Larghi promoveu de uma única vez suas 3 substituições. Saiu Gustavo Blanco para entrada de Matheus Galdezani, Elias ganhou a vaga de Bremer, e o jovem Alerrando entrou no lugar do Menino Maluquinho Luan.
Desse modo, aos 41 minutos, o Galo balançou as redes do time paulista. Patric, com muita vontade, se esforçou para evitar a saída da bola pela linha de fundo, o lateral chutou de primeira, antes da redonda cair, fazendo bom cruzamento na segunda trave para Roger Guedes que chegou dividindo com o jovem lateral Mantuan e, de peito, mandou a bola para o fundo do gol. Os jogadores do Corinthians reclamaram muito com o árbitro, alegando que houve falta no lance, porém, dessa vez, ele validou, não voltou atrás, e assim, o marcador registrou 1 a 0 pro Galo. Placar final da partida.
Com a vitória o Atlético quebrou uma sequência de 5 jogos sem derrota do Corinthians, chegando assim, provisoriamente, à 3ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 6 pontos conquistados, (mesma pontuação do vice líder, que é o próprio Corinthians), que leva vantagem no saldo de gols, 4, enquanto o Galo tem 1.
Leia também:

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: