O que você procura?


Atlético erra todas finalizações pela primeira vez desde fevereiro de 2020

Diante do Palmeiras, o Atlético não acertou nenhum chute no gol pela primeira vez desde fevereiro de 2020, quando empatou em 0 a 0 contra o Campinense, fora de casa, pela Copa do Brasil.

Rômulo Soares 22 de setembro de 2021 às 14:28
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pedro Souza/Atlético
Foto: Pedro Souza/Atlético

O Atlético amargou um empate sem gols com o Palmeiras na noite dessa terça-feira, 21 de setembro, no Allianz Parque, e agora a decisão das semifinais da Copa Libertadores fica para o jogo da volta no Mineirão, no dia 28. O placar em branco foi pior para o lado alvinegro por uma alguns fatores.

Na Copa Libertadores há o gol qualificado, ou seja, com o placar zerado em São Paulo, o Palmeiras tem a vantagem de jogar por um empate com gols em Belo Horizonte para se classificar. Hulk até teve a chance de estufar as redes do Alviverde com um pênalti ainda no primeiro tempo da partida, mas chutou na trave.

O Atlético, portanto, terá que contar com a força da sua torcida, que estará presente no Mineirão no jogo da volta, e com a sua consistência defensiva para chegar à tão sonhada final da principal competição continental. O Galo tem a segunda melhor defesa da Libertadores, com apenas três gols sofridos, ficando abaixo apenas de Boca Juniors, que foi eliminado justamente pelo Alvinegro nas oitavas de final.

LEIA TAMBÉM:  Fortaleza x Atlético: saiba onde assistir e prováveis escalações

A partida de volta acontece na outra terça-feira, às 21h30, no Mineirão, com 30% de sua capacidade, conforme a Prefeitura de Belo Horizonte estabeleceu. Para o segundo confronto contra o Palmeiras pelas semifinais da Libertadores, o técnico Cuca pode ter a baixa de Diego Costa, que saiu de campo ontem sentindo dor na parte posterior da coxa esquerda. O outro atacante, Savarino, já desfalca o Galo há quatro jogos, também por lesão, e deve ficar de fora do segundo jogo diante do Verdão.

Perdeu a mira!

Diante do Palmeiras, o Atlético não acertou nenhum chute no gol pela primeira vez desde fevereiro de 2020, quando empatou em 0 a 0 contra o Campinense, fora de casa, pela Copa do Brasil. O Galo vinha de uma sequência de 101 jogos seguidos acertando pelo menos uma finalização no gol.

LEIA TAMBÉM:  Saiba as prováveis escalações e onde assistir Fluminense x Atlético pela Copa do Brasil

Ao total, foram 11 chutes do Atlético, contra quatro do Palmeiras. Porém, o Verdão foi o único a acertar um chute em direção ao gol. Como o pênalti cobrado por Hulk bateu na trave, a finalização não é contabilizada como um disparo certo.

No entanto, passando por outros números do jogo, nota-se uma superioridade atleticana no confronto de ontem, com 59% de posse de bola (41% do Palmeiras), 524 passes trocados na casa do adversário, contra apenas 372 do Verdão, quatro escanteios para o Atlético e apenas um para o mandante.

O torcedor atleticano, apesar das frustrações no jogo, pode manter a confiança, pois o Atlético ainda está invicto na Libertadores, com sete vitórias e quatro empates, dando em um aproveitamento de 75,7%. Portanto, com bons números e uma ótima campanha, o Galo está há apenas dois jogos de conquistar a América e fazer história mais uma vez.

LEIA TAMBÉM:  Atlético reencontra a última equipe que o venceu no Brasileirão