O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Com um pé na final, Atlético visita Fortaleza pela Copa do Brasil

No Mineirão, o Galo construiu um placar elástico de 4 a 0 e tem a vantagem de poder perder por até três gols de diferença na Arena Castelão.

Rômulo Soares 26 de outubro de 2021 às 13:16
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Atlético encara nesta quarta-feira, 27 de outubro, o Fortaleza pelo jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil. No Mineirão, o Galo construiu um placar elástico de 4 a 0 e tem a vantagem de poder perder por até três gols de diferença na Arena Castelão.

A vasta vantagem que o Atlético conseguiu no jogo de ida foi importante mirando não só a vaga na final da Copa do Brasil, mas também pensando no próximo confronto decisivo pelo Campeonato Brasileiro, contra o vice-líder Flamengo no Maracanã. O técnico Cuca, portanto, poderá poupar alguns jogadores e, portanto, realizar muitas mudanças no time titular atleticano.


Para o confronto contra o Fortaleza, Cuca terá o desfalque apenas dois desfalques: o lateral-direito Mariano, que se recupera de lesão, e o zagueiro Nathan Silva, que já disputou a competição por outro clube e está impedido de jogar na Copa do Brasil. Porém, pensando em poupar os jogadores de um possível desgaste físico, é provável que muitas mudanças aconteçam no time titular.

O lateral-direito Guga deve permanecer como titular, a dupla de zaga contará com o retorno do capitão Réver, que pode ter Júnior Alonso ou Igor Rabello como companheiro e na lateral-esquerda Dodô pode entrar no lugar de Guilherme Arana. No meio de campo, os meias Tchê Tchê e Dylan Borrero devem retornar à equipe titular, assim como os atacantes Eduardo Vargas e Diego Costa.

Já pelo lado do Fortaleza, o técnico Juan Pablo Vojvoda terá muitos problemas para escalar a sua equipe. São seis dificuldades para ser mais preciso. Isso porque o Tricolor tem as seguintes baixas para o jogo: o atacante Robson e os meias Yago Pikachu e Lucas Crispim que se machucaram na última partida contra o Athletico, o zagueiro Tinga que ainda se recupera de lesão na coxa esquerda, e o zagueiro Marcelo Benevenuto e o meia Lucas Lima que estão impedidos de disputar a Copa do Brasil, já que jogaram a competição com o Botafogo e Palmeiras, respectivamente (mesma situação do Nathan Silva, do Atlético).

A partida entre Fortaleza e Atlético acontece às 21h30 e terá transmissão da TV Globo e Premiere.

Prováveis escalações

Fortaleza: Felipe Alves; Jussa, Titi e Jackson; Daniel Guedes, Éderson, Matheus Vargas, Felipe e Ronald; Wellington Paulista e David. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Atlético: Everson; Guga, Réver, Igor Rabello e Dodô (Guilherme Arana); Tchê Tchê, Dylan Borrero, Zaracho (Calebe); Eduardo Vargas, Savarino e Diego Costa. Técnico: Cuca.

Arbitragem

  • Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
  • Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
  • VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.