O que você procura?

Conheça o título de 1937 que pode colocar o Atlético como tricampeão brasileiro

O reconhecimento da conquista é tão grande que faz parte do hino oficial do clube, composto por Vicente Motta.
Rômulo Soares 22 de dezembro de 2021 às 10:37
Tempo de leitura
3 min
Foto: Centro Atleticano de Memória
Foto: Centro Atleticano de Memória

O Atlético quer o reconhecimento, junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), da conquista da Copa dos Campeões de 1937 como título brasileiro oficial, o que credenciaria o Galo como tricampeão, já que conquistou o Brasileirão em 1971 e 2021. A informação foi dada pelo presidente do Alvinegro, Sérgio Coelho, em entrevista ao canal do jornalista Breno Galante nessa segunda-feira, 20 de dezembro.

“Já fizemos um trabalho, já apresentamos à CBF para que ela reconheça, como reconheceu dos outros clubes. Temos muita esperança que isso pode acontecer. Depende da CBF. A parte que dependia do Atlético foi feita. Comprovando os jogos, as matérias que saíram na época dos jornais e tudo mais. A CBF vai analisar e estamos otimistas que isso possa dar certo. Tendo a aprovação dela, vamos comemorar esse título sim, como os demais clubes comemoraram”, afirma.

Ao dizer que comemorará como os demais clubes, Sérgio Coelho se referiu à unificação de campeonatos feita em 2010, quando a CBF reconheceu as conquistas da Taça Brasil (1959 – 1968) e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1967 – 1970), o ‘Robertão’, como títulos oficiais do Campeonato Brasileiro. 


Na ocasião, Santos (vencedor da Taça Brasil de 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965 e do Robertão de 1968), Palmeiras (Taça Brasil de 1960 e 1969 e o Robertão de 1967 e 1969), Bahia (Taça Brasil de 1959), Cruzeiro (Taça Brasil de 1966), Botafogo (Taça Brasil de 1968) e Fluminense (Robertão de 1970) foram reconhecidos como campeões brasileiros. 

Copa dos Campeões

O Atlético foi campeão mineiro de 1936, vencendo a disputa contra o Siderúrgica. O futebol brasileiro ainda estava em processo de profissionalização. A antiga CBD (que viraria CBF) cuidava apenas da seleção brasileira e o futebol nacional ficava nas mãos da FBF (Federação Brasileira de Futebol). No início de 1937, houve a elaboração do torneio envolvendo os campeões estaduais de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro (então capital do Brasil)

O Atlético disputou jogos de ida e volta contra o Fluminense, Rio Branco e a Portuguesa. Foram seis jogos, com quatro vitórias, uma derrota e um empate. A estreia aconteceu de forma desastrosa, com goleada do tricolor carioca por 6 a 0 nas Laranjeiras.

Depois, o Atlético empatou contra o representante do Espírito Santo, venceu três jogos seguidos em casa e, ao derrotar o Rio Branco por 5 a 1 em 3 de fevereiro de 1937, garantiu o título. O reconhecimento da conquista é tão grande que faz parte do hino oficial do clube, composto por Vicente Motta.

“Nós somos Campeões do Gelo
O nosso time é imortal
Nós somos Campeões dos Campeões
Somos o orgulho do esporte nacional”

O Atlético conquistou a Copa dos Campeões com Kafunga, Florindo, Zezé Procópio, Lola, Bala, Alcindo, Quim, Clóvis. Paulista, Alfredo, Guará, Nicola, Rezende e Elair. O técnico era Floriano Peixoto. O artilheiro do Atlético e da competição foi Paulista, com oito gols. 

Veja toda a campanha atleticana na Copa dos Campeões:

  • 13/01/1937 – Fluminense 6 x 0 Atlético
  • 17/01/1937 – Rio Branco-ES 1 x 1 Atlético
  • 24/01/1937 – Atlético 5 x 0 Portuguesa
  • 31/01/1937 – Atlético 4 x 1 Fluminense
  • 03/02/1937 – Atlético 5 x 1 Rio Branco-ES
  • 14/02/1937 – Portuguesa 2 x 3 Atlético

No dia 4 de fevereiro de 1937, o Jornal Estado de Minas estampava na sua capa que o Atlético conquistava o título de “campeão brasileiro”. Veja:

Conheça o título de 1937 que pode colocar o Atlético como tricampeão brasileiro
Foto: Reprodução / Estado de Minas

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.