O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Em 2021, Atlético alcança seu maior número de vitórias no século

O Atlético alcançou a marca de 40 triunfos no ano, o seu maior número no século considerando apenas uma temporada.

Rômulo Soares 21 de outubro de 2021 às 10:14
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

O Atlético deste ano não cansa de quebrar recordes. Na noite dessa quarta-feira, 20 de outubro, o Galo aplicou a maior goleada em um jogo de ida de semifinais na história da Copa do Brasil, batendo o Fortaleza por 4 a 0 no Mineirão. Não é a maior goleada da fase, já que em 1989, o Grêmio aplicou um placar de 6 a 1 contra o Flamengo e o Corinthians já aplicou um 5 a 0 diante do Vasco, em 1995. Mas, nas duas ocasiões anteriores foram nas partidas de volta.

Além desse, outro recorde batido pelo Atlético é no seu número de vitórias. O Galo alcançou a marca de 40 triunfos no ano, o seu maior número no século considerando apenas uma temporada. Contra o Fortaleza, o Alvinegro também chegou a 103 gols em 60 jogos, em 2021.

Outra estatística impressionante do Atlético na temporada é que em 35 jogos em casa, o Galo perdeu apenas uma vez. É o melhor aproveitamento como mandante do Brasil no ano.


Com o técnico Cuca, em Belo Horizonte, o Atlético fez 83 jogos, tem 64 vitórias, 17 empates e duas derrotas, dando em um aproveitamento de 84%. Perguntado sobre esses números na entrevista coletiva, após a goleada diante do Fortaleza, o treinador lembrou detalhes das duas derrotas em casa que teve no comando do Galo: contra o Athletico em 2013 (2 a 1 de virada no Independência) e Fortaleza em 2021 (também por 2 a 1 de virada), com frases interessantes: “Tivemos 80 e poucos jogos (em BH) e consigo lembrar das duas derrotas mais que das vitórias”.

Quando você vence, vai para casa, consegue dormir, pensar no próximo jogo. Quando perde, você fica remoendo as derrotas dentro de você. Vida de treinador“, complementou Cuca ao final da entrevista.

Contando toda a temporada, o Atlético fez 60 jogos, tem 40 vitórias, 13 empates, sete derrotas, 103 gols marcados, 35 tentos sofridos e 73,8% de aproveitamento.

Após o excelente resultado no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, o Atlético volta a se concentrar no Campeonato Brasileiro. O Galo enfrenta o Cuiabá neste domingo, 24 de outubro, às 16h, no Mineirão, em jogo válido pela 28ª rodada do Brasileirão.

O jogo de volta conta o Fortaleza, pelas semifinais da Copa do Brasil, acontece na próxima quarta-feira, 27 de outubro, na Arena Castelão. O Atlético pode perder por até três gols de diferença que se classifica para as finais. Outra partida decisiva para o Galo acontece no domingo da semana que vem, 31 de outubro, quando enfrenta o Flamengo, no Maracanã, em um duelo com clima de final, pela 29ª rodada do Brasileirão.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.

Última atualização em 21 de outubro de 2021 às 10:15