O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Galo XXI: qual é o maior goleiro do Atlético no século?

Maicon Costa 25 de maio de 2020 às 11:51
Tempo de leitura
4 min

Um dos times mais vitoriosos da América no século, o Atlético foi e ainda é casa de grandes jogadores e times históricos, que marcaram época no alvinegro mineiro. Conhecido pelo futebol ofensivo, força da torcida e raça em campo, o Galo é um dos adversários ais temíveis no país.

E pensando na gama de grandes nome que passaram pelo clube, pergunto a você, torcedor, se já parou para pensar em quais são os maiores jogadores do Atlético no século XXI? Bom, vide o número craques que vestiram a camisa alvingera, essa pergunta não é a mais fácil de responder. Mas, com sua ajuda, nós do Mais Minas tentaremos desvendá-la.

Nos próximos dias realizaremos enquetes com os maiores e melhores jogadores do Atlético em cada posição, falando um pouco de suas trajetórias com a camisa alvinegra e você, torcedor, irá votar em seus favoritos. Ao final das matérias, que serão divididas em goleiros, laterais-direitos, zagueiros, laterais-esquerdos, volantes, meias, atacantes e técnicos, iremos analisar os mais votados e montar a seleção do Galo no século XXI.


E para começar teremos a eleição do dono da meta atleticana, o maior goleiro do Atlético no século XXI.

Velloso (1999-2004)

Wagner Fernando Velloso é um dos grandes nomes da história do gol atleticano. Foram mais de 200 jogos pelo alvinegro, dominando a meta do time nas cinco temporadas que vestiu a camisa do Galo. Pelo time mineiro conquistou o Campeonato Mineiro de 2000.

Diego Alves (2004-2007)

Diego Alves chegou ao Atlético em 2004, contratado junto ao Botafogo-SP para as categorias de base do Galo. Ainda muito jovem, assumiu com maestria a vaga deixada por Velloso no gol atleticano, tendo estreado pelo clube em 2005.

O jogador ajudou ainda o Galo a voltar para a Série A do Brasileirão ao vencer a série B de 2006 como um dos destaques do time. Diego Alves ganhou ainda o Campeonato Mineiro de 2007, com o Atlético goleando o rival Cruzeiro por 4 a 0 no primeiro jogo da final. Em ambas as suas conquistas com o alvinegro, Diego foi eleito o melhor goleiro das competições.

Victor (2012-atualmente)

A discussão em relação ao nome de Victor é um pouco mais além do que a de goleiro do século. Há quem aposte que o arqueiro seja o maior jogador da história do Atlético. Um dos grandes ídolos da torcida, o goleiro tem seu nome marcado nas maiores conquistas  alvinegras e é amado pelos atleticanos.

Victor chegou ao Atlético em 2012, contratado junto ao Grêmio, para assumir a carente posição de goleiro do Galo e logo se tornou intocável na meta do clube. Após um excelente ano de estreia, Victor viveria em 2013 seu grande ano como jogador. Após ganhar o Campeonato Mineiro, o camisa 1 ajudou o Galo na caminhada ao inédito título da Copa Libertadores.

Durante a campanha, o jogador fez aquela que é uma das defesas mais icônicas da história do futebol brasileiro. Na ocasião, Victor defendeu pênalti que eliminaria o Galo da Libertadores, no fim da partida, nas quartas de final da competição. Na semifinal e final, mais defesas de pênaltis e o goleiro se consagrou como o principal nome daquela conquista.

Galo XXI: qual é o maior goleiro do Atlético no século?

Victor no momento da icônica defesa contra o Tijuana do México – Crédito da foto: Atlético/Divulgação

Pelo Galo, o goleiro ainda viria a ganhar a Copa do Brasil de 2014 sobre o grande rival, Cruzeiro, a Recopa Sul-Americana naquele mesmo ano, além de mais dois estaduais, em 2015 e 2017. Santificado, “São Victor” continua no time e atualmente é reserva, mas ainda é um dos jogadores mais aclamados pelo torcedor.

[mpp id=”9″]

Caso não consiga votar, clique aqui.

Veja também: Veja artistas internacionais que vestiram a camisa do Atlético

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.