O que você procura?


Mesmo com resultado ruim, Atlético alcança “pontuação campeã” na era dos pontos corridos

Com o empate, além de alcançar a marca de 16 jogos de invencibilidade dentro do Campeonato Brasileiro, o Atlético conseguiu 50 pontos na 23ª rodada.

Rômulo Soares 7 de outubro de 2021 às 10:12
Tempo de leitura
2 min
Foto: Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

O empate em 2 a 2 contra a Chapecoense, em Chapecó, nessa quarta-feira, desanimou muitos atleticanos que sonham em conquistar o título brasileiro depois de 50 anos. Isso porque o Atlético não conseguiu bater o lanterna do campeonato nos dois confrontos que teve neste ano, em casa (1 a 1 no Mineirão) e como visitante. Porém, ainda há muitos motivos para o torcedor ficar otimista com o Alvinegro neste Brasileirão.

Com o empate, além de alcançar a marca de 16 jogos de invencibilidade dentro do Campeonato Brasileiro, o Atlético conseguiu 50 pontos na 23ª rodada. Conforme informou o jornalista Fred, do GE, em 15 edições do Brasileirão na era dos pontos corridos, com 20 clubes participantes, 100% dos times que chegaram a tal pontuação em 23 jogos terminaram campeões (aconteceu seis vezes).

Além disso, os dois principais concorrentes ao título brasileiro, Palmeiras e Flamengo, também tropeçaram na rodada. O Verdão perdeu para o América de virada na Arena Independência, enquanto o time carioca empatou com o Bragantino fora de casa. Com isso, o Atlético manteve a distância de 11 pontos de ambos os times (o rubro-negro ainda tem dois jogos a menos que Galo e Porco).

E ainda, com o empate diante da Chapecoense, o Atlético se manteve como o melhor visitante do Campeonato Brasileiro, com 25 pontos conquistados longe de seus domínios e 64% de aproveitamento.

O Atlético também é o melhor mandante do campeonato, com 25 pontos conquistados e 83,3% de aproveitamento. O Galo agora recebe o Ceará na tarde deste sábado, 9 de outubro, às 16h30, no Mineirão, em jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Uma vitória diante do Ceará é essencial para manter a sequência de jogos sem perder, continuar distante dos outros concorrentes ao título e justificar a alta probabilidade de conquistar o título, que é de 87,5%, de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).