14.8 C
Belo Horizonte
terça-feira, 16 agosto 2022

Atlético-MG busca classificação depois da eliminação do América

Um ponto basta para o Atlético Mineiro seguir para as oitavas da Copa Libertadores

Atlético-MG se prepara para enfrentar o Goiás

Na quinta-feira (28 de abril), a Diretoria...
Portal Mais MinasFutebolAtléticoPara ser campeão nesta quinta, Atlético precisa de feito que não acontece há 18 anos

Para ser campeão nesta quinta, Atlético precisa de feito que não acontece há 18 anos

O Flamengo venceu o Ceará por 2 a 1 na noite dessa terça-feira, 30 de novembro, no Maracanã. Com isso, o torcedor atleticano teve que segurar o grito de “é campeão”. Mas o Atlético terá uma nova oportunidade de conquistar o título brasileiro neste meio de semana, dentro de campo, nesta quinta-feira, 2 de dezembro. Porém, para levar a taça, o Galo terá que repetir um feito que não acontece há 18 anos: vencer o Bahia fora de casa.

A última vez que o Atlético bateu o Bahia longe de seus domínios foi em 2003, quando o Galo venceu de virada por 4 a 2, na Arena Fonte Nova, em Salvador, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Foi o primeiro ano em que o Brasileirão foi disputado em pontos corridos. Desde então, foram sete empates e uma vitória dos donos da casa (2 a 1 pela Copa do Brasil).

Caso o Atlético empate, a diferença para o Flamengo será de nove pontos e o título poderá ser definido nesta sexta-feira, 3 de dezembro, caso o time carioca não vença o Sport fora de casa. Se o Galo perder para o Bahia, ainda pode comemorar o título no “sextou” se o rubro-negro não vencer. Para depender só de si, basta o Alvinegro bater o Tricolor ou o Bragantino neste domingo, 5 de dezembro, no Mineirão.

O duelo contra o Bahia não será nada fácil para o Atlético. O Tricolor luta contra o rebaixamento, é o atual 17º colocado, com 40 pontos, dois a menos que o Athletico-PR, 18º. Com a força da sua torcida, o time baiano irá com força total para o jogo contra o Galo. Além disso, o técnico Cuca terá três desfalques para o jogo contra o Bahia. Os meio-campistas Allan e Jair, assim como o centroavante Diego Costa estão fora do confronto para cumprir suspensão automática. 

A opção mais provável é que Tchê Tchê seja o substituto de Allan diante do Bahia. Nas outras posições, as alternativas são mais incertas. Na vaga de Jair, Nacho Fernández pode ser acionado e no lugar de Diego Costa, os também atacantes Savarino, Eduardo Sasha e Eduardo Vargas disputam uma vaga.

O confronto entre Bahia e Atlético acontece nesta quinta-feira, às 18h, na Arena Fonte Nova, em jogo válido pela 32ª rodada do Brasileirão. A partida terá transmissão da TV Globo e Premiere.

Prováveis escalações

Bahia: Fernandes; Bahia, Henrique, Conti, Guedes; Mugni, Patrick; Ramirez, Rodriguinho, Rossi; Gilberto.
Técnico: Guto Ferreira.

Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Dodô; Tchê Tchê, Zaracho e Nacho Fernández; Keno, Vargas e Hulk.
Técnico: Cuca.

Arbitragem

  • Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
  • Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
  • Quarto Árbitro: Wagner Francisco Silva Souza (BA)
  • Árbitro de Vídeo (VAR): Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Retrospecto

No retrospecto geral do confronto, o Atlético leva a melhor. São 22 triunfos atleticanos, 14 baianos e 18 empates. O Galo estufou as redes do Bahia 82 vezes e sofreu 58 gols do Tricolor.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: