O que você procura?


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Quebrando tabus e recordes, Atlético vive ano dos sonhos

O Galo está perto de conquistar o Campeonato Brasileiro novamente, após 50 anos, além de repetir o feito do rival em 2003, conquistando Campeonato Mineiro, Brasileirão e Copa do Brasil no mesmo ano.

Rômulo Soares 4 de novembro de 2021 às 09:36
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

“O Galo Ganhô!” Esse é o grito do atleticano nas suas vitórias. O Atlético tem vencido tanto nesta temporada (44 triunfos) que essa frase tem se tornado quase um mantra do torcedor. Na noite dessa quarta-feira, 3 de novembro, no Mineirão, não foi diferente. Após amargar uma derrota para o Flamengo no último final de semana, o Alvinegro se reabilitou vencendo o Grêmio por 2 a 1, com a presença de mais de 56 mil torcedores no Gigante da Pampulha.

Matías Zaracho fez o primeiro gol do Atlético logo aos 12 minutos de jogo. Campaz empatou para o Grêmio no início do segundo tempo e Eduardo Vargas fechou ao placar, cobrando pênalti na segunda metade da etapa complementar.

Com a vitória, o Atlético alcançou 62 pontos e continua líder do Campeonato Brasileiro, mantendo a distância de 10 pontos sobre o Palmeiras (2º) e 12 diante do Flamengo (3º). Além disso, a partida contra o Grêmio era um jogo atrasado ainda da primeira metade da competição e, com o triunfo, o Galo fechou o turno do Brasileirão com 42 pontos (campeão simbólico do turno), sendo a segunda maior pontuação do clube, ficando atrás da campanha de 2012, quando o Galo fez 43.


Desde os anos 2003 e 2004, o Atlético não vencia o Grêmio por dois jogos seguidos em Minas Gerais. Ainda em setembro do ano passado, no Mineirão, o Galo venceu o Tricolor Gaúcho por 3 a 1.

A temporada 2021 vem sendo histórica para o Atlético. Nem mesmo o atleticano mais otimista esperava ver o seu time decolando tão alto no Campeonato Brasileiro, chegando à final da Copa do Brasil e, ao mesmo tempo, ver o seu maior rival brigando contra o rebaixamento na Segunda Divisão.

Faltam oito jogos no Brasileirão e dois na Copa do Brasil. São os 10 jogos mais importantes do Atlético em, no mínimo, cinco anos. O Galo está perto de realizar o sonho do torcedor de conquistar o Campeonato Brasileiro novamente, após 50 anos, além de repetir o feito do rival em 2003, conquistando Campeonato Mineiro, Brasileirão e Copa do Brasil no mesmo ano.

Mais emoções para o torcedor atleticano estão por vir. Para seguir em busca desse sonho, o Atlético volta a campo neste domingo, 7 de novembro, novamente no Mineirão, para jogar o “Clássico das Multidões” contra o América, às 16h.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.