O que você procura?

“Vou festejar!” Atlético enfrenta Bragantino no domingo em jogo da taça no Mineirão

Além das faixas de campeão, a tão esperada taça do Campeonato Brasileiro será erguida ao final do jogo.
Rômulo Soares 4 de dezembro de 2021 às 11:23
Tempo de leitura
2 min
Foto: Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

O bicampeão brasileiro, Atlético, entra em campo na tarde deste domingo, 5 de dezembro, às 16h, em jogo válido pela penúltima rodada do Brasileirão. Para o Galo, a partida não é o mais importante e sim a festa junto com a sua torcida no Gigante da Pampulha para comemorar o título da competição, que o Alvinegro não conquistava há 50 anos.

Além das faixas de campeão, a tão esperada taça do Campeonato Brasileiro será erguida ao final do jogo. Assim, os jogadores poderão fazer a tradicional volta olímpica no Mineirão. É esperada a presença de ídolos do Atlético no estádio, como Ronaldinho, Reinaldo, Dadá Maravilha, entre outros. Uma homenagem aos ex-jogadores do Galo deve ser feita no Gigante da Pampulha, além de, claro, toda a festa da Massa, com o maior mosaico já feito no Brasil (é o que promete a Torcida Organizada Galoucura).


Pelo lado do Bragantino, o jogo vale vaga no G-4, para se garantir na fase de grupos da Copa Libertadores sem ter que disputar a fase preliminar. Para a partida, o Atlético terá o retorno dos volantes Allan e Jair, além do atacante Diego Costa.

A última vez que o Atlético perdeu para o Bragantino foi no Campeonato Brasileiro de 1998, por 2 a 0, no Mineirão. De lá para cá, foram dois empates e uma vitória. Contando todo o retrospecto, foram três vitórias atleticanas, oito empates e apenas uma derrota. O Galo fez 17 gols na história do duelo e sofreu 16.

A partida será transmitida pela TV Globo e pelo canal Premiere.

Prováveis escalações

Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Zaracho; Keno, Hulk e Diego Costa.
Técnico: Cuca.

Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar; Jadsom Silva, Eric Ramires, Cuello e Artur; Ytalo e Alerrando.
Técnico: Maurício Barbieri.

Arbitragem

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Sidmar dos Santos Meurer (PR)
Quarto árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Árbitro de Vídeo (VAR): Wagner Reway (PB)

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.