O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Classificado! Cruzeiro goleia Huracán e se garante nas oitavas da Libertadores

Maicon Costa 11 de abril de 2019 às 17:26
Tempo de leitura
5 min

Mágico! Assim está sendo o início de temporada do Cruzeiro. A equipe celeste fez mais uma vítima ao golear o Huracán-ARG, nessa quarta-feira (10), e de quebra se classificar antecipadamente para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Os principais destaques da partida foram o atacante Fred, que fez três gols e o lateral Dodô, que marcou um golaço, seu primeiro com a camisa celeste.

O Cruzeiro precisava de uma vitória para se garantir na próxima fase da competição e, diante de sua torcida, não tomou conhecimento do Huracán, goleando o adversário argentino por 4 a 0. Com o triunfo, o time celeste chegou aos 12 pontos na competição e se garantiu entre os dois melhores colocados do grupo B, ainda com duas partidas a disputar.


O jogo

O Cruzeiro entrou em campo numa situação confortável em seu grupo. Líder e com 100% de aproveitamento, precisando de apenas uma vitória para se classificar matematicamente para a próxima fase. O técnico Mano Menezes mandou a campo o time considerado titular, mas com alterações nas duas laterais. Edilson e Egídio foram poupados e substituídos por Orejuela e Dodô. Os substitutos aproveitaram a chance e fizeram grande partida, tendo o segundo ainda marcado um golaço.

Jogando para vencer e empurrado por uma torcida pulsante, o Cruzeiro resolveu o jogo ainda no primeiro tempo. Aos 34 minutos da primeira etapa, o placar já marcava 3 a 0 para os donos da casa.

Há de se destacar as grandes atuações de Fred, que marcou três vezes e Dodô, que deu uma assistência e anotou um golaço, seu primeiro pelo clube. Mas também não dá para se esquecer do ponta Marquinhos Gabriel que deu duas assistências e do goleiro Fábio, que operou dois milagres no jogo.

Primeiro Tempo

O Cruzeiro começou a partida indo para cima, principalmente com Marquinhos Gabriel. O camisa 20 iniciou o jogo cheio de gás e infernizou a defesa argentina com dribles e muita velocidade.

O primeiro gol da partida saiu logo aos 19 minutos da etapa inicial. Marquinhos Gabriel avançou pela esquerda, driblou seu marcador e cruzou com perfeição, mesmo sendo de direita que é sua perna ruim, para Fred subir e com um belo cabeceio encobrir o goleiro Antony Silva.

Logo depois, aos 21, o Huracán teve suas melhores chances no jogo. Primeiro num chute cara e cara de Gamba, que Fábio defendeu de forma espetacular. No rebote, Barrios chutou à queima roupa, da entrada da pequena área, a bola ainda desviou no braço do zagueiro Dedé e foi em direção ao gol, mas o camisa 1 celeste fez valer mais uma vez o status de melhor goleiro do Brasil e salvou incrivelmente. Os argentinos reclamaram muito no lance, pelo toque no braço do camisa 26 celeste.

Seguro como sempre, o Cruzeiro não deu chances para o Huracán tentar ensaiar uma pressão e logo ampliou o placar. Aos 23 o meia Robinho deu lindo lançamento para Marquinhos Gabriel, nas costas da defesa argentina. O inspirado camisa 20 alcançou a bola e com um toque deixou Fred na boa, com o gol vazio, para fazer o segundo do time celeste na partida.

E cabia mais. Aos 32 o volante Lucas Romero achou Dodô na esquerda, o lateral dominou e cruzou com perfeição para Fred subir e cabecear forte para fazer o terceiro do Cruzeiro na partida. O segundo hat-trick (quando o mesmo jogador faz três gols em um mesmo jogo) do camisa 9 celeste em quatro jogos.

Jogando bonito e com facilidade, o Cruzeiro passou a administrar o resultado, chegando esporadicamente com perigo ao gol argentino. O Huracán, por sua vez, já estava entregue e não levava riscos à até então invicta defesa celeste.

Segundo tempo

No segundo tempo, o jogo esfriou e o Cruzeiro passou a se poupar para o clássico domingo. Mano Menezes, diferente do de costume, mexeu cedo na equipe, não demorando a fazer as três alterações, claramente visando poupar seus atletas.

Mas ainda cabia mais. Aos 38 minutos, sob gritos de “Olé” vindos da torcida celeste, Dodô recebeu a bola, driblou seu adversário e de direita, sua perna ruim, bateu colocado, no ângulo e fez um golaço. O goleiro Antony Silva chegou a desviar na bola, mas não adiantou. 4 a 0 e festa da torcida celeste nas arquibancadas.

Próximo jogo

O Cruzeiro agora volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. O time volta a campo no domingo (14), às 16h, contra seu arquirrival Atlético-MG, no Mineirão. O jogo é válido pela partida de ida da final do estadual. O Cruzeiro sabe que precisa do resultado, pois o time alvinegro tem a vantagem do empate ou de dois resultados pela mesma diferença de gols por ter terminado a fase classificatória à frente do clube celeste.

CRUZEIRO 4 X 0 HURACÁN-ARG

Motivo: 4ª rodada do Grupo B da Copa Libertadores

Data: 10/04/2019 (quarta-feira)

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG

Árbitro: Julio Bascuñán-CHI (Fifa)

Público: 26.077 pagantes / 31.694 presentes

Renda: R$ 873.106,00

Gols: Fred, aos 19 min., aos 23 min. e aos 32 min. do 1º tempo; Dodô, aos 38 min. do 2º tempo

Cruzeiro: Fábio; Orejuela, Léo, Dedé e Dodô; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha), Marquinhos Gabriel e Rodriguinho; Fred (Raniel)

Técnico: Mano Menezes

Huracán: Antony Silva; Chimino, Salcedo, Alderete e Carlos Araujo; Damonte, Rossi, Walter Pérez (Roa) e Auzqui (Toranzo); Lucas Barrios e Gamba (Chávez)

Técnico: Antonio Mohamed

Cartões amarelos: Dedé e Lucas Romero (Cruzeiro); Walter Pérez, Alderete e Auzqui (Huracán)

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.