O que você procura?

Com gols de Diego Costa, Hulk e Vargas, Atlético vence o Sport e chega aos 45 pontos

Com a vitória, o Atlético se mantém na liderança isolada do Brasileirão, com sete pontos a mais que o Palmeiras, vice-líder do campeonato.

Rodolpho Bohrer 18 de setembro de 2021 às 21:08
Tempo de leitura
3 min
Hulk foi o autor do segundo gol do Galo - Foto: Pedro Souza / Atlético
Hulk foi o autor do segundo gol do Galo - Foto: Pedro Souza / Atlético

Como já era previsto, o Sport foi presa fácil para o Atlético, atual líder do Campeonato Brasileiro, na partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro ocorrida neste sábado (18/9), no Mineirão. Em um jogo em que a zaga do Galo foi pouco acionada, a equipe mineira venceu por 3 a 0 com gols das suas principais estrelas do elenco, Diego Costa, Hulk e Vargas. No primeiro tempo , Diego Costa e Hulk marcaram. Já o gol de Vargas saiu na prorrogação do segundo tempo.

Para o confronto entre o líder e o vice lanterna, o técnico Cuca poupou alguns jogadores pensando no duelo pela semifinal da Taça Libertadores na próxima terça-feira (21/9), quando o alvinegro viaja até São Paulo para enfrentar o Palmeiras. Por isso, Nacho Fernández ficou no banco de reserva e só entrou aos 27 minutos do segundo tempo. Hulk e Diego Costa foram substituídos antes dos 20 minutos do segundo tempo por Vargas e Eduardo Sacha, respectivamente.

Um jogador que se destacou na partida e merece ser citado é o lateral-esquerdo Guilherme Arana. O atleta de 24 anos vem se consolidando cada vez mais na posição e na partida de hoje foi o responsável pelas duas assistências da partida. Na primeira, o lateral cruzou pelo lado esquerdo, do lado da linha da área, uma bola perfeita para Diego Costa, que só teve o trabalho de cabecear a bola para o fundo das redes. Na segunda, atento na marcação, o atleta roubou a bola do zagueiro do Sport e tocou para Hulk, que chutou no canto esquerdo do goleiro. Com boa participação no jogo, aos 27 minutos do segundo tempo o técnico Cuca optou por preservar Arana fisicamente, substituindo o atleta por Dodô.

LEIA TAMBÉM:  Melhor mandante do Brasileirão, Atlético terá mais jogos em casa do que os concorrentes ao título

Já com o time totalmente modificado, houve poucas chances para o Atlético ampliar o placar durante todo o segundo tempo. O Sport, por sua vez, parecia rendido em campo, e terminou a partida sem nenhuma chance clara de gol. Thiago Neves, que entrou no segundo tempo, até fez um gol, mas o lance foi invalidado pelo bandeirinha, já que André, autor da assistência, estava em posição de impedimento. Em um lance aos 45 minutos, a rede de Everson voltou a ser balançada, mas André, que seria o autor do gol, estava novamente “na banheira” e o lance foi invalidado.

Ao finalzinho da partida, aos 48 minutos, o zagueiro Rafael Thyere desviou com o braço uma bola chutada por Vargas e, após análise do VAR, o árbitro marcou pênalti para o Atlético. O próprio chileno bateu o pênalti fechou o placar de 3 a 0 para o Galo.

LEIA TAMBÉM:  Nenê está de volta ao Vasco da Gama

Com a vitória, o Atlético chegou aos 45 pontos, se mantendo na liderança isolada do Brasileirão, com sete pontos a mais que o Palmeiras, vice-líder do campeonato. Já o Sport, em situação delicada, continua na zona de rebaixamento, com 17 pontos, na 19ª posição.

O próximo jogo do Atlético pelo Brasileirão será no sábado (25/9), com o São Paulo, no estádio Morumbi. Antes, como já citado, a equipe enfrenta o Palmeiras no primeiro duelo de mata-a-mata válido pela semifinal da Libertadores.

O Sport volta a campo no domingo em um duelo entre equipes nordestinos. Em seu estádio, Ilha do Retiro, a esquipe de Recife recebe o Fortaleza, quarto colocado no campeonato.

Última atualização em 18 de setembro de 2021 às 21:10