O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Cruzeiro e Atlético garantem superclássico na final do Mineiro

Rômulo Soares 7 de abril de 2019 às 20:02
Tempo de leitura
4 min

Já está definida a final do Campeonato Mineiro 2019! Só não podemos dizer que foi uma surpresa. Cruzeiro e Atlético garantiram, nesse fim de semana, a participação na finalíssima do torneio após baterem América e Boa Esporte, respectivamente. Será a 23ª decisão de estadual entre os dois times.

 Cruzeiro

O Cruzeiro carimbou sua classificação no sábado (06), após bater o rival América-MG por 3 a 0, no Mineirão, com gols de Léo, Fred e Rafinha. A equipe celeste já havia vencido o primeiro jogo, fora de casa, por 3 a 2, com direito a hat-trick (quando um jogador marca três vezes em uma partida) de Fred.
Embalado na temporada, o Cruzeiro é o único time das séries A e B do Brasileirão que ainda não perdeu no ano. Apresentando um futebol convincente tanto na Libertadores quanto no estadual, a equipe celeste promete vir com tudo para o jogo do próximo domingo, que também será a 50ª partida entre os rivais na história das finais de Campeonato Mineiro.


Atlético-MG

Por sua vez, o Galo garantiu a presença na final após golear o Boa Esporte, na tarde deste domingo (07), no Mineirão, por 5 a 0. Após um 0 a 0 no primeiro jogo, em Varginha, o clube alvinegro tinha a vantagem do empate. Só que a equipe treinada por Levir Culpi não quis jogar com o regulamento embaixo do braço e atropelou seu adversário. Os gols da partida foram marcados por Luan, Elias, Geuvânio, Vinícius e Victor (contra).
Vivendo momentos de instabilidade na temporada, principalmente pelo desempenho ruim neste início de Copa Libertadores, o Galo busca se recuperar para ganhar novo ânimo na temporada. E não há motivação maior que bater um rival numa final de estadual. E para conseguir isso, o alvinegro poderá contar com a vantagem de ser campeão com dois resultados com mesma diferença de gols e também de decidir o jogo de volta diante de sua torcida. Esses benefícios foram concedidos ao Atlético após a equipe terminar a fase classificatória do Campeonato Mineiro em primeiro lugar.
O Atlético ainda não decidiu onde irá mandar o jogo de volta. O presidente do clube, Sergio Sette Câmara, afirmou que irá se reunir com a diretoria atleticana amanhã (08) para discutir a melhor opção para o time. Estádios Independência e Mineirão são as opções. Nos últimos anos, o Galo preferiu mandar seus jogos no Horto.

Retrospecto

Essa será a 23ª final de Campeonato Mineiro disputada por Cruzeiro e Atlético. Os dois jogos da decisão serão os de número 50 e 51 em disputas de títulos estaduais (alguns dos títulos já foram decididos em partida única, dois, três e até quatro jogos).
E o Cruzeiro é quem leva a melhor em disputas de finais estaduais. Nas 22 decisões anteriores, foram 13 títulos celestes, contra oito alvinegros. No ano de 1956 a taça foi dividida entre os dois clubes após batalha judicial pela escalação irregular de um jogador do Galo.
A diferença se dá principalmente pela chamada “Era Mineirão”, que perdurou da inauguração do estádio em 1965 até 2009, um ano antes do fechamento para a reforma do Gigante da Pampulha para a Copa do Mundo de 2014, e que conferiu certa hegemonia ao time celeste.
Mas se o Cruzeiro leva a melhor no mano a mano em finais, o Galo pode se gabar de ser o maior campeão do torneio, com boa vantagem sobre o rival. São 44 títulos atleticanos contra 37 cruzeirenses. Para alcançar o rival em número de troféus estaduais, o clube celeste precisaria vencer sete estaduais seguidos, tarefa nada fácil no futebol mineiro.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.