20.4 C
Belo Horizonte
segunda-feira, 5 dezembro 2022

Renova Excursão

É a vez de Romero

Ele chegou ao Cruzeiro em 2016, de lá para cá foram 89 jogos, 3 gols e muita raça e entrega em campo, o que fez do jogador xodó da torcida celeste e um dos pedidos mais frequentes no time titular. O jogador se destaca ainda pela velocidade, qualidade no passe e na ultrapassagem, boa movimentação e polivalência, podendo atuar de primeiro ou segundo volante e até mesmo de lateral direito.

Romero tem 23 anos (completa 24 nesta quarta) e atuou no Vélez Sarsfield antes de se transferir ao Cruzeiro. O volante também tem passagens nas seleções de base argentinas, inclusive indo disputando as Olimpíadas de 2016 pela seleção alviceleste. O camisa 29 como uma das grandes promessas argentinas e chegou a ser especulado no Real Madrid, mas alguns imbróglios na renovação com o Vélez acabaram culminando na transferência gratuita para o Cruzeiro. Transferência essa que gera inúmeras controvérsias até hoje, pois foi cunhada com termos incomuns, como por exemplo a equipe celeste ser obrigada a comprar um percentual do jogador se ele disputar 40 jogos ou mais na temporada.

Por esse fator, o jogador não tem um número tão alto de jogos por temporada pelo Cruzeiro, sendo poupado muitas vezes para não alcançar o número estipulado de partidas já que o Cruzeiro vive problemas financeiros. Para efeito de comparação, na última temporada, Romero disputou 38 jogos com a camisa do Cruzeiro, enquanto o outro volante, Henrique disputou 53.

Que Romero é um dos melhores jogadores do Cruzeiro o torcedor já sabe, o que é difícil entender é por que o jogador é tão mal aproveitado. Com a maioria das suas partidas sendo inclusive disputadas fora de posição, como lateral direito, nas frequentes ausências de Ezequiel. O argentino jamais decepcionou, inclusive melhorando uma de suas deficiências que era o alto número de cartões amarelos recebidos na sua primeira temporada na equipe azul. De 2016 para 2017 o jogador diminuiu em um terço o número de advertências recebidas.

O Cruzeiro hoje conta com um meio de campo lento e pouco combativo e todos, menos Mano Menezes, parecem perceber que Romero é a provável solução para esse problema. O jovem tem o vigor e a dinâmica que o meio campo da equipe azul precisa, além de uma inegável qualidade técnica. Além de ser um jogador jovem que frequentemente chama a atenção de equipes do exterior podendo render boa grana aos cofres do Cruzeiro.

Mano, sei que você tem sua panela, mas Romero ser banco de Henrique, Cabral e Robinho só funciona no seu mundo. El Perro titular já!

Leia também:

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: