O que você procura?


Cruzeiro planeja 2022 com Luxemburgo confirmado e gestão balançada

O treinador Vanderlei Luxemburgo já indicou que quer renovar contrato com o Cruzeiro e que terá uma reunião com o investidor do clube, Pedro Lourenço, para trilhar o caminho rumo a Série A em 2022.

Rômulo Soares 4 de outubro de 2021 às 21:39
Tempo de leitura
3 min
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Com a vitória por 2 a 0 sobre o Brasil de Pelotas no último domingo, 3 de outubro, o Cruzeiro manteve a distância de cinco pontos da zona de rebaixamento e agora a sua chance de queda é de 5%, de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Com um pouco mais de tranquilidade, o clube estrelado já começa a planejar a próxima temporada para tentar, mais uma vez, conseguir o tão sonhado acesso para a elite do futebol nacional.

O treinador Vanderlei Luxemburgo já indicou que quer renovar contrato com o Cruzeiro e que terá uma reunião com o investidor do clube, Pedro Lourenço, para trilhar o caminho rumo a Série A em 2022.

“Temos que começar a preparar a possibilidade de montarmos um time. A partir de amanhã algumas coisas deverão acontecer. Amanhã tenho uma reunião com o patrocinador nosso, o Pedrinho, na parte da manhã, o Sérgio sabe que estaremos juntos. E já conversamos sobre estratégia para o ano que vem. Existe um caminho começando a ser trilhado. Tenho interesse de continuar aqui e dar retorno ao Cruzeiro daquilo que o Cruzeiro me deu”, disse.

Luxemburgo deu um sinal ainda mais claro de que permanecerá no clube com a seguinte declaração:

“Eu já tive uma conversa direta com o presidente Sérgio sobre a continuidade para o ano que vem. Existe um caminho traçado. Eu não tenho porquê ir para outro lugar”.

No entanto, o clima entre a direção do Cruzeiro e o principal investidor do clube, Pedro Lourenço, não anda nada bom. Conhecido como “Pedrinho BH”, o empresário é dono da maior rede de supermercados de Minas Gerais, o Supermercados BH. Ele fez duras críticas ao presidente da Raposa, Sério Santos Rodrigues, e afirmou que o momento do Cruzeiro é muito ruim dentro e fora dos campos.

“Se não mudar muita coisa no Cruzeiro, não vai adiantar. Tem que mudar diretoria de futebol. Se não mudar, não tem meu apoio. Não vou ficar salgando carne podre” disse Pedro Lourenço em entrevista à Rádio Itatiaia. O empresário ainda disse que a gestão de futebol do clube é uma “incompetência total”.

“Eles não ouvem a gente, não ouvem. Se não tomar providências, vai ficar o resto da vida na Segundona. Tem que começar na segunda-feira (a mudança), mudar, estruturar, limpar um monte de coisa que está errada no Cruzeiro”, disse o empresário.

Pedro Lourenço é responsável pelo pagamento de R$ 8 milhões do caixa cruzeirense, que proporcionou, inclusive, a contratação de Luxemburgo e garantiu o o salário dos jogadores em dia (condição imposta por Vanderlei).

Em 2022, o Cruzeiro terá novamente uma cota de televisão referente a clubes de Segunda Divisão e sua receita não será farta para realizar grandes contratações. Assim, o clube celeste, junto de seu treinador e investidor terá que montar um planejamento preciso, com alto grau de assertividade, gastando pouco para não repetir os erros cometidos em 2020 e 2021.