O que você procura?

O que falta para Fábio renovar com o Cruzeiro?

Novas conversas vão acontecer entre o clube e o ídolo.
Rômulo Soares 5 de janeiro de 2022 às 11:35
Tempo de leitura
2 min
Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro
Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro

A primeira reunião entre Cruzeiro e o goleiro Fábio, onde se discutiu a permanência do goleiro no clube mineiro, terminou sem acordo. A equipe de Ronaldo explicou ao jogador a nova política de gestão e até onde a sua administração pode ir para manter o ídolo celeste no clube. No entanto, novas reuniões irão acontecer no decorrer desta semana.

Fábio tinha contrato com o Cruzeiro até o fim do ano passado. Em novembro, acertou a renovação por mais uma temporada, em acordo anunciado oficialmente pelo clube. No entanto, a gestão mudou e os moldes do que foi acertado serão revistos. O que o presidente Sérgio Santos Rodrigues havia apalavrado com o ídolo, em relação a salário, é incompatível com a folha pretendida por Ronaldo, que a partir de agora não quer manter atrasos de salário no clube. Na terça-feira, o goleiro não se apresentou na Toca da Raposa para o início da pré-temporada.


Aos 41 anos, Fábio foi um dos principais nomes da história do Cruzeiro. Com 976 partidas, o goleiro tem vontade de alcançar a marca de mil jogos com a camisa celeste. Porém, ele já é o atleta com mais jogos pelo clube.

Outro ponto considerável na negociação, além de Fábio ter que reduzir o salário que almeja receber, é o fato do Cruzeiro ter uma dívida milionária com o goleiro, que vem de salários atrasados do passado.

A equipe do Ronaldo que tratar da história com muita cautela e muito respeito, porque sabe da grandeza de Fábio no Cruzeiro. Mas, ao mesmo tempo, o Fenômeno é que sabe onde ele pode chegar e sabe que tem muita conta para pagar.

Novas conversas vão acontecer entre o clube e o ídolo. Tempo de contrato não é um empecilho, apenas a questão financeira. Na última temporada, na Série B, Fábio sofreu 38 gols em 37 jogos, fez 84 defesas e passou 14 jogos sem ser vazado.

Pelo Cruzeiro, Fábio conquistou dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014), três Copas do Brasil (2000, 2017 e 2018) e sete Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019).

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.