O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Fábio defende pênalti e garante a primeira vitória do Cruzeiro no Brasileirão

Maicon Costa 1 de maio de 2019 às 23:20
Tempo de leitura
4 min

O Cruzeiro venceu o Ceará por 1 a 0 na noite desta quarta-feira. O jogo foi válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar da vantagem de jogar em casa, a equipe celeste fez um ínicio de primeiro tempo fraco.

Primeiro tempo

No começo da partida os torcedores levaram um susto. Aos 15 minutos o juiz viu mão na bola do volante Lucas Romero e pediu o VAR. Depois de revisar o lance, foi marcado pênalti contra o Cruzeiro. O atacante Ricardo Bueno bateu mal e viu o goleiro Fábio defender a cobrança.   


O Ceará fez uma boa partida, surpreendendo o Cruzeiro principalmente no setor defensivo, com uma zaga bem fechada. A Raposa não encontrava espaço para finalizar. A primeira chance clara de gol do time só veio aos 25min do primeiro tempo. Após assistência de Robinho, Thiago Neves chutou de fora da área, mas o chute foi no centro do gol e o goleiro Diogo Silva defendeu sem dificuldade.

Depois de perder o pênalti, o time do Ceará sentiu a pressão e o Cruzeiro acordou para o jogo. O primeiro tempo terminou no 0 a 0, mas com muitas finalizações perdidas do lado celeste.

Segundo tempo

O Cruzeiro voltou do intervalo buscando o jogo, e aos 5 minutos do segundo tempo nevou no mineirão. Do meio da área, Thiago Neves finalizou com o pé direito no canto esquerdo do gol cearense.

Com a Raposa tentando administrar o resultado e o Ceará buscando pelo menos um empate, a segunda etapa foi de substituições. A primeira foi do lado cearense. Aos 27 minutos, saiu o meia Ricardinho e na mesma posição entrou Fernando Sobral.

Depois foi a vez do Cruzeiro. Na tentativa de dominar melhor o meio de campo, aos 31 minutos, Mano Menezes optou pelo volante Lucas Silva no lugar do volante Ariel Cabral. Aos 34, o técnico cruzeirense fez sua última mudança do jogo, substituindo o autor do gol, o meia Thiago Neves, pelo meia Jadson.

Um minuto antes, Ceará substituiu o meia Chico, pelo atacante Bergson e aos 38, o atacante Ricardo Bueno, que perdeu o pênalti, saiu para a entrada do atacante Roger. O juiz apitou pela última vez, aos 49 minutos, e selou a vitória cruzeirense.

Destaque da partida

Não bastasse a defesa do pênalti, Fábio mostrou porquê é um ídolo para a torcida celeste. O goleiro se destacou no segundo tempo com pelo menos outras três defesas que salvaram o Cruzeiro do empate e uma possível derrota.  

Venceu, mas ainda não convenceu

Com um time pouco criativo, muito pelo bom sistema defensivo do Ceará, a vitória por 1 a 0 foi muito magra para o desempenho mostrado pelo Cruzeiro nos últimos jogos.

Jogando em casa, os torcedores esperavam ver um rendimento melhor da equipe em campo, que apresentou muitos erros e uma grande dependência do goleiro Fábio.

Próxima partida

O Cruzeiro conquistou seus primeiros três pontos na tabela. O próximo confronto da Raposa na competição será contra o Goiás, no dia 05/05, às 16h no Mineirão.

Ficha técnica – Cruzeiro x Ceará

Motivo: Segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2019;

Data e hora: Quarta-feira, 01 de maio, 19h15 (de Brasília);

Local: Mineirão Belo Horizonte – BH;

Escalação do Cruzeiro:. Fabio; Edilson, Léo, Dodô e Dedé; Ariel Cabral, Thiago Neves, Robinho; Marquinhos Gabriel, Lucas Romero e Fred. Técnico: Mano Menezes.

Escalação do Ceará: Diogo Silva; Luiz Otavio e Samuel Xavier, Tiago Alves; Thiago Carleto, Ricardinho e Auremir; Fabinho, Chico, Leandro Carvalho e Ricardo Bueno. Técnico: Enderson Moreira.

Arbitragem: Wagner Reway. Assistentes: Bruno Boschilia  e Neuza Ines Back

Árbitro de Vídeo: Heber Roberto Lopes.

Inscreva-se no nosso boletim informativo

Inscreva-se para receber as principais notícias veiculadas no nosso site em sua caixa de entrada, uma vez por dia.

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade para mais informações.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.