23.5 C
Belo Horizonte
sábado, 1 outubro 2022

O futuro dos campeonatos estaduais

Veja quais são os principais problemas que os campeonatos estaduais possuem que podem causar o seu fim
Portal Mais MinasFutebolCruzeiroReservas do Cruzeiro empatam com o Inter em Porto Alegre

Reservas do Cruzeiro empatam com o Inter em Porto Alegre

O Cruzeiro segue sem marcar gols e, consequentemente, sem vencer no Brasileirão 2018. Desta vez a equipe foi ao sul do país enfrentar o Internacional, levando um time totalmente reserva e não conseguiu sair do 0 a 0. O treinador Mano Menezes decidiu poupar seus titulares pelo desgaste proveniente da maratona de jogos do time e do jogo decisivo contra o Vasco da Gama, na quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O Cruzeiro entrou em campo sem nenhum titular, escalado com Rafael, Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes na defesa, Bruno Silva, Lucas Romero, Robinho e Mancuello no meio e Rafael Sóbis e David à frente. O primeiro tempo foi muito truncado e os goleiros nem precisaram sujar os uniformes. O Cruzeiro parava na falta de entrosamento e ritmo de alguns jogadores, além da má atuação de alguns que ainda não mostraram um bom futebol no ano, como Robinho, Bruno Silva e Rafael Sóbis. No segundo tempo de jogo o Inter passou a atacar mais e o jogo ficou mais aberto, principalmente após a entrada de Lucca, que incendiou a partida, colocando inclusive uma bola na trave de Rafael. O goleiro, por sinal, foi quem garantiu o ponto do Cruzeiro fazendo inúmeras defesas difíceis na segunda etapa, sendo o grande destaque positivo da equipe no jogo. Manoel, Ezequiel e Romero também fizeram boa partida, se credenciando à briga por uma vaga na equipe principal.

Ao fim da partida, Mano implorava ao juiz que não desse acréscimos e pedia desesperadamente o fim do jogo a todo instante. O treinador celeste realmente se apega à ideia de que fora de casa um ponto é vitória, vide a postura defensiva do time durante toda a partida.

David

O ponta David saiu lesionado no fim do primeiro tempo, mas de início não preocupa. O médico do clube, Dr. Sérgio Campolina, disse que a primeira avaliação não detectou lesão grave e que o músculo sentido é diferente do que se encontrava lesionado e tirou o atleta de campo nos quatro primeiros meses do ano. O médico falou também que hoje será feito exame de imagem, mas já descartando ruptura muscular.

Agora o Cruzeiro terá dois dias de preparação até o importante jogo do meio de semana, contra o Vasco no Rio de Janeiro, onde já poderá selar sua classificação no grupo E da Copa Libertadores da América.

++ Clique aqui para ler mais matérias sobre o Cruzeiro

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: